A Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso (PJC) está investigando a morte de uma menina de 16 anos que pode estar relacionada com o jogo macabro Desafio da Baleia Azul.

A jovem foi encontrada morta no Bairro Inconfidentes, na região de Vila Rica (MT), próximo à capital, nesta manhã de terça-feira (11). A suspeita é de #Suicídio. O corpo da adolescente só foi encontrado por volta das 14h, boiando na lagoa da cidade.

O caso seria apenas mais um número nas estatísticas se não fosse pelo fato de que, suspeita-se, que ela tenha participado de um jogo que envolve sacrifício de morte pela rede social.

A polícia suspeita de que a garota tenha sido forçada a cometer suicídio por conta de sua participação num jogo mortal ‘Desafio da Baleia Azul’, como é conhecido nas #Redes Sociais.

Publicidade
Publicidade

O objetivo do jogo ‘Desafio da Baleia Azul’ é envolver os adolescentes para que eles se submetam à realização de uma série de "missões", muitas delas colocando a vida e a dignidade dos jovens em risco e até automutilação.

A polícia informou, através de sua assessoria de imprensa, que a jovem teria desaparecido por volta das 03h, e a família conta que ela deixou uma carta, relatando que iria cometer suicídio por causa do desafio.

Junto à lagoa, foi encontrado um par de chinelos que, segundo a família, era da menina, foi preciso a ajuda do Corpo de Bombeiros para fazer o resgate do corpo.

Depois da revelação da carta deixada pela jovem para a família, que levantou a suspeita da motivação de seu suicídio, a linha de investigação principal policial vai de acordo com o que ela deixou escrito, de que estaria tirando sua própria vida por conta do desafio em que ela se envolveu na rede social, segundo a carta, o ‘Desafio da Baleia Azul’.

Publicidade

Para ajudar nas investigações, o delegado André Rigonato, relatou que apreendeu o celular da vítima, que passará por uma minuciosa perícia em busca de pistas que possam confirmar a motivação.

A carta escrita pela garota, deixada para a família, também está em poder da polícia, que pretende analisar o documento.

A mãe da suicida revelou ainda que notou que sua filha vinha se automutilando a aproximadamente dois meses, quando ela percebeu que a garota começou a fazer cortes no próprio braço, uma das "missões" impostas às pessoas que entram no jogo macabro da baleia.

Desafio da Baleia Azul pode ter chegado ao Brasil

Não se sabe ainda ao certo a origem deste jogo, mas se tem notícia e acredita-se que o “Blue Whale” tenha vindo da Rússia.

A dinâmica do jogo funciona com a participação de várias pessoas que entram no grupo para se submeterem às ordens de uma pessoa que é o "controlador do jogo', também denominado como "curador".

O controlador, diariamente por 50 dias, envia 50 desafios aos participantes, sempre durante a madrugada, poucos minutos após às 4h, para todo o grupo.

Publicidade

Os desafios impostos vêm sob a ameaça, ou pena, de que se não cumprirem, serão expostos na rede.

Para comprovar o cumprimento das "missões", os jogadores controlados devem postar nas redes sociais, provas de que completaram o desafio.

Ao final das 50 tarefas, a última a pessoa, (subentende-se o perdedor), tem que tirar a sua própria vida, cometendo suicídio.

Incrivelmente, no YouTube, vários "vlogers" já aderiram ao ‘Desafio da Baleia Azul’, inclusive incentivando seguidores a entrar no jogo.

Os indícios de que o jogo teria chegado ao Brasil foram levantados por vários sites, denunciando que autores de vlogs vinham incentivando adolescentes a participarem, alguns destes vídeos chegaram já a 400 mil visualizações.

Existem denúncias e alertas nas redes sociais, direcionados, principalmente, aos pais de jovens, pois já são conhecidos cerca 13 grupos (fechados) no Facebook, contando já com quase 60 mil pessoas.

Se forem confirmadas as suspeitas, esse será o primeiro caso de morte por envolvimento com o jogo mortal Desafio da Baleia Azul ou em inglês, “Blue Whale”, que já virou febre em parte da Europa e na Rússia #Crime