Recentemente, uma história acabou ganhando repercussão nacional. Uma mulher grávida de nove meses, identificada como Valdívia Alves, de vinte e oito anos, acreditava que tinha muitos amigos. Por isso, ela decidiu fazer um chá de bebê durante um dia à tarde. Por ser muito humilde, ela alugou um espaço, a fim de dar mais conforto aos convidados. Ao todo, Valdívia enviou mais de 60 convites para parentes e amigos. Como o esposo estava trabalhando naquele dia, ela preparou tudo sozinha. Ainda cedo, ela estava no local arrumando tudo. No entanto, a hora da festa chegou, os minutos foram passando e ninguém apareceu.

Sozinha, ela ligou chorando para o marido e se sentiu desolada.

Publicidade
Publicidade

Nem mesmo as pessoas da igreja que ela frequentava foram ao local. Em entrevista ao povo, o marido da grávida, Ednílson, lembrou tudo o que aconteceu. Esse já é o quarto filho do casal, que lembrou que nunca isso tinha acontecido antes e que é normal algumas pessoas faltaram, mas todo mundo chegou a ser espantoso. Ele lembra como a gestante ficou muito triste. Ela acabou dormindo até mais cedo para tentar esquecer o episódio. No entanto, antes de ir descansar, a mãe de quarta viagem publicou uma foto no Facebook reclamando do fato de ninguém ter aparecido.

A história acabou viralizando e muitas pessoas decidiram dar fraldas e outros presentes ao casal. Ao acordar, a mulher já tinha bem mais do que 60 presentes em sua casa. Ela não sabe como agradecer e garante que não está irritada com os faltosos de seu chá de bebê.

Publicidade

Janaína Silva foi uma das internautas que comentou a história. "Bom já passei por isso no meu aniversário foram poucas pessoas e diziam se se ser amigos e foi um culto de ações de graça eu era evangélica na é poca fiquei triste mas depois vi a realmente só apareceu quem deus mandou e com o tempo eu vi q aqueles q eu considerava amigos me consideravam uma pessoa formal e aí, seguiu a vida", escreveu ela na rede social.

Veja abaixo o post feito pela jovem que esperava um filho que, mais tarde, mudaria essa história para um final feliz.

#Bebê