Na manhã desta última terça-feira (04), o inquérito policial contra o cantor Victor Chaves foi concluído pela delegada Danúbia Quadros, e o mesmo foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais. Ele está sendo acusado de ter agredido a mulher, Poliana Bagatini Chaves, dentro da residência onde a família morava, e na área comum do prédio onde residiam, no bairro Luxemburgo, Belo Horizonte. As agressões teriam acontecido no dia 24 de fevereiro deste ano, e a mulher do cantor, que está grávida do segundo filho do casal, denunciou as agressões à polícia. Ele a teria empurrado e já com ela caída dado chutes na mesma. Poliana ainda teria sido impedida de sair do apartamento depois da violência, sendo ajudada por uma vizinha.

Publicidade
Publicidade

Assim que registrou o boletim de ocorrência, ela foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito, que veio negativo para qualquer agressão. Apesar do laudo não presumir o ato de violência, ele não o excluiu, de modo, que ela pode ter sido agredida sem que ficassem marcas em seu corpo. Diante dos fatos, a delegada responsável, e toda equipe investigativa, tinha as imagens do circuito interno de segurança do edifício para analisar melhor o que tinha acontecido naquela noite. E foi através do relato da vítima e de testemunhas, assim como análise das gravações que permitiram que o inquérito fosse concluído e o cantor indiciado.

As imagens não foram divulgadas pela polícia, mas ao que consta no processo, o artista aparece nas cenas dentro do elevador, empurrando a mulher e a agredindo.

Publicidade

Diante dos fatos, e de uma repercussão extremamente negativa o cantor gravou um vídeo em que aparece esclarecendo o ocorrido. Segundo ele, está sendo indiciado por contravenção, e não por agressão, e que em nenhum momento quis bater na mulher, e sim proteger a filha, que Poliana tentava levar no edifício pelo elevador. Segundo ele, os atos que cometeu no momento foram na tentativa de conter a mulher que estava extremamente descontrolada. Assista ao vídeo feito pelo cantor esclarecendo as possíveis agressões:

De acordo com o assessor de imprensa de Victor, uma coletiva de imprensa será marcada em Belo Horizonte para que novos detalhes sejam elucidados, assim que o advogado de defesa tiver acesso ao inquérito. #Investigação Criminal