O jogo Blue Whale, ou #Baleia Azul, como é chamado em português, fez a primeira vítima no Brasil. O desafio mortal chegou há pouco tempo, mas está circulando nas redes sociais, como o WhastApp.

A primeira vítima brasileira é Maria de Fátima Oliveira, de 16 anos. O corpo foi encontrado no final desta terça-feira (11) em uma lagoa na região central de Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá, no Mato Grosso. Ela desapareceu durante a madrugada de segunda-feira (11). Um calçado da menina foi encontrado às margens da lagoa, o que levou os policiais a fazerem buscas no local.

Segundo informações passada pela Polícia Militar, ela participava do grupo de desafios e estava cumprindo missões quando morreu.

Publicidade
Publicidade

Familiares informaram que ela deixou uma carta comunicando que se mataria por conta do desafio.

Provavelmente, ela se jogou na lagoa como tarefa final proposta pelo jogo Baleia Azul. A mãe da menina falou que ela começou a fazer cortes no braços há uns dois meses.

A Polícia Militar de Vila Rica começou uma campanha contra suicídios e incentivos ao jogo. Vários jovens da cidade estão nos grupos de WhatsApp destinado a prática dos desafios.

Em João Pessoa, na Paraíba, a Polícia Militar investiga a participação de estudantes no jogo Baleia Azul, após denúncias de que jovens estariam se mutilando em decorrência das tarefas. Algumas cidades da Paraíba, no final de semana, reuniram cerca de 2,5 mil pessoas para o evento “Quebrando o Silêncio”, realizado pela Força Jovem Universal, como forma de alertar os perigos desse jogo aos jovens.

Publicidade

O que é o jogo?

O jogo surgiu entre 2015 e 2016 na Rússia. Consiste em um jogo de tarefas organizado pelo WhatsApp e outras redes sociais, com o intuito de causar danos emocionais aos participantes ao coagir os jovens a fazer tarefas e enviar fotos ao curador do grupo. O alvo do curador são crianças e adolescentes, pois são facilmente manipuláveis e suscetíveis a aceitar jogos que os levem a fazer parte de um grupo.

O jogo já fez varias vítimas no mundo todo. Na Rússia, estima-se que 130 jovens e crianças tenham cometido #Suicídio por causa dos desafios. Depois do suicídio de Yuilia Konstantinova (15 anos) e Veronika Volkova (16), as autoridades começaram a investigar o jogo. As duas jovens pularam de um prédio de 14 andares no mês passado.

De acordo com relatos, o jogo dura 50 dias. Os desafios sempre chegam às 4h20 da manhã, e é também o horário onde ocorrem a maioria dos suicídios. Alguns dos desafios são ouvir músicas psicodélicas por várias horas, ver filmes de terror na madrugada, cortar os braços e fazer desenhos de uma baleia e, no último dia, deve tirar sua própria vida.

O jogo não tem volta. Quando alguém entra é impedido de sair. O curador tem dados da pessoa e ameaça matar alguém da família. #vitimas