Um caso de #zoofilia está causado uma grande revolta não só na cidade onde ocorreu, mas em todo o Brasil. O caso veio à tona nesta quarta-feira (19), na cidade de Cuiabá, capital de Mato Grosso (MT). Na ocasião, um jovem identificado como Emerson Fernandes Pedroso, que não teve a sua idade revelada pelas autoridades, se filmou estuprando uma cadela e divulgou o vídeo em redes sociais.

Publicidade

Conforme informações, o suspeito é estudante de um curso na área da saúde e estaria matriculado em uma faculdade privada na localidade. O incidente teve uma grande reprodução negativa, o que levou o acusado a apagara a conta que tinha no Facebook, mas as imagens e o vídeo onde aparece Emerson abusando da cadela já haviam sido compartilhadas no Facebook e nos grupos de WhatsApp..

Publicidade

No vídeo, dá para ver com clareza o estudante mantendo relações sexuais [VIDEO] com o animal. Em certos momentos, o suspeito elogia o órgão genital do animal, conforme relata no vídeo. Tudo indica que não é a primeira vez que ele pratica o crime de zoofilia. Emerson ainda relata que ela aguenta tudo e é “muito gostosa”.

O caso gerou uma grande revolta em várias ONGs, que apresentaram denúncia contra o suspeito na delegacia de Cuiabá assim que tomaram conhecimentos. Conforme informações repassadas pela polícia, o suspeito é morador do bairro Pedra 90 e poderá responder pelos crimes de maus tratos aos animais e associação criminosa.

Ainda de acordo com a polícia, há a suspeita que o acusado faz parte de algum grupo de zoofilia.

Publicidade

Segundo os policiais, os membros desse grupo ainda estão sendo identificados. O delegado Gianmarco Paccola Capoani, responsável pelo caso, disse que a polícia tomou conhecimentos dos fatos ao serem divulgados nos meios de comunicação. Ainda de acordo com ele, de imediato começou o trabalho de investigação para localizar e prender o suspeito.

Capoani disse que os trabalhos duraram toda a noite de quarta até a manhã desta quinta-feira (20). Após ter todos os dados do suspeito, uma equipe da polícia se descolocou até a casa do suspeito, mas ele não foi encontrado.

Durante as buscas pelo acusado, os policiais receberam informações que Emerson Pedroso, após ficar sabendo que o vídeo estava sendo compartilhado em redes sociais e causando uma grande revolta, fugiu da sua casa ainda na noite de quarta.

O caso revoltou até celebridades que atuam na proteção de defesa de animais, como a apresentadora Luisa Mell e a atriz Yasmim Brunet. Até o fechamento deste artigo, o suspeito ainda não havia sido localizado pela polícia. O caso segue sendo investigado pela polícia de Cuiabá. #Cuiabá #CasodePolicia