Essa semana, a divulgação de imagens que mostram maus-tratos contra um cachorro viralizou nas redes sociais e chocou os internautas. O caso aconteceu no município de Isparta, na Turquia, e agora passa por investigações policiais. Dois adolescentes, não identificados, aparecem nas cenas diante de um cão com as duas orelhas mutiladas. As fotos são de horror, e motivaram organizações não governamentais a denunciarem os jovens que parecem ter cometido o #Crime por pura brincadeira.

Eles são vistos nas fotos, em uma área, que se assemelha a um terreno baldio, onde amarraram o cão em um piso cimentado e realizaram o ato de violência.

Publicidade
Publicidade

As cenas de horror parecem ter sido feitas somente pelo desejo dos jovens em machucar o cão. Os dois aparecem de calça jeans e blusa de frio, cada um deles segurando em uma das mãos as orelhas do cachorro. Já o animal, é visto nas cenas em um estado deplorável.

Nas imagens o cachorro aparece de cabeça baixa, aparentemente sentindo muita dor, devido à mutilação que tinha acabado de sofrer. Além disso, é possível ver que a região dos cortes estava com um sangramento intenso. Depois do ato foi cometido, os dois adolescentes publicaram a foto, em que aparecem segurando as orelhas cortadas, nas redes sociais, e foi através das redes sociais, que um outro jovem, conectado na Argentina, teve acesso à foto, e resolveu tomar uma atitude. O rapaz, sul-americano, ficou revoltado com a situação, e sensibilizado resolveu acionar as autoridades locais.

Publicidade

Dessa maneira a polícia da cidade conseguiu localizar os adolescentes, e levá-los para a delegacia. Os agentes viram as fotos, e através das características físicas dos adolescentes, fizeram a identificação dos mesmos. Os dois tiveram que prestar depoimento, e acabaram confessando, que o único objetivo da foto era a diversão deles. Relataram que queriam mostrar a foto nas redes sociais. Diante dos fatos, eles foram apenas multados, e liberados pelos policiais, que consideraram o ato somente como uma infração.

Os internautas ficaram revoltados com a pena recebida pelos jovens, segundo algumas pessoas, a punição que eles receberam diante de tamanho ato de violência foi muito branda. Alguns chegaram a dizer que os dois deveriam estar presos, por ter mutilado o animal. Para poder tentar rever a situação, alguns defensores dos animais decidiram criar uma petição para que os dois recebam uma punição mais severa do que a que receberam. O objetivo do abaixo-assinado é também para que sirva de exemplo a outros infratores, e a violência contra os animais deixe de acontecer. #Casos de polícia