Recentemente, um caso tomou conta da mídia nacional, virando assunto, inclusive, do principal telejornal do país, o 'Jornal Nacional'. José Mayer, eterno galã de novelas, envolveu-se em uma polêmica daqueles. Ele confessou que assediou sexualmente a figurinista Su Tolani, durante as gravações da novela 'A Lei do Amor'. Por conta do comportamento inadequado, o profissional da dramaturgia foi suspenso - por tempo indeterminado - de suas funções dramatúrgicas na Rede Globo de Televisão. O assédio envolvendo o ator fez com que muitas mulheres decidissem abrir o jogo e falar sobre o assunto, muitas delas são famosas e usam sua imagem para fazer uma campanha pela denúncia do crime e também para o fim do machismo na sociedade.

“José Mayer não se emenda.” Essa foi uma das primeiras mensagens da atriz Letícia Sabatella sobre o caso.

Publicidade
Publicidade

Ela já dava a entender que sabia de algo envolvendo Zé, algo de um passado, que agora vem também à tona. Letícia, como mostra uma reportagem do R7, arrependeu-se de escrever a publicação e chegou a apagá-la. No entanto, em entrevista à jornalista Daniela Pessoa, ela contou que viveu uma situação semelhante com um ator famoso e chocou ao revelar quem ele era, o próprio José Mayer. Os atores fizeram cenas juntos duas vezes. A primeira delas foi na minissérie 'Agosto', exibida pela Rede Globo em 1993. Já a segundo foi em 'Páginas da Vida', novela que foi ao ar em 2006. Por isso, ao ler o depoimento da figurinista, Letícia disse que se compadeceu com a história dela.

"Senti o que ela sentiu, e sabia que ela não estava mentindo. Também já tinha passado por uma experiência parecida com o Zé Mayer, que foi alertado de maneira amigável", disse a atriz, que deixou exposto o assédio que sofreu do ator, que se remendou com um pedido dela.

Publicidade

Ela disse que se comoveu também com o que foi gerado após toda a repercussão do caso. José decidiu pedir desculpas pelo o que aconteceu e, agora, isso tem feito uma grande reflexão em toda a sociedade. Ela diz que Mayer é um grande artista e que, por isso, tem certeza que ele será capaz de promover em sua vida a transformação que tanto fala. Na carta aberta ao público, o ator se diz vítima de uma geração machista, mas que errou com o que fez com a figurinista.

José Mayer ainda pediu desculpas e disse que era o responsável pelos seu próprios atos. Letícia diz que é necessário que mais gente se coloque na posição de Mayer, no sentido de tentar mudar, e que tudo isso pode ter um fator positivo. José, para ela, pode virar um exemplo de reflexão sobre isso, o famoso transformar limão em limonada. #Crime