De acordo com informações do portal de notícias G1, em reportagem publicada nesta quinta-feira, 20, uma mulher de 49 anos acabou sendo espancada pelo próprio marido, de 38. Isso porque a habitante da cidade de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de janeiro, decidiu se maquiar, pintar o cabelo e ir ao dentista. O homem, que não teve o nome revelado, acabou perdendo o controle e teve uma crise de ciúmes forte. As pancadas dadas por ele foram tão fortes que ela teve o afundamento da face. Tudo aconteceu no bairro do Cônego, um dos mais conhecidos da cidade.

Quem chamou a polícia foram os próprios vizinhos da mulher. Eles ouviram gritos de socorro.

Publicidade
Publicidade

No entanto, até os agentes da lei chegarem, o homem não teve a mesma coragem de outrora, quando bateu covardemente em sua esposa e preferiu fugir. O caso foi registrado na Delegacia Especializada na Mulher na região. O Corpo de Bombeiros socorreu a mulher e a levou para um hospital da região. A responsável pelo caso na Polícia, delegada Danielle de Barros, deu uma entrevista ao G1, na qual esclareceu que o homem teria fugido pela janela da moradia em que vivia com sua esposa. Ela foi resgatada pelos vizinhos e os bombeiros da cidade.

A polícia foi até o hospital, onde ouviu a mulher. Ela revelou que ele estava armado com uma faca e ficou enciumado por ela ter decidido se cuidar melhor. A polícia procura o homem e já liberou uma medida protetiva contra ele. Ou seja, ele não pode chegar perto da esposa.

Publicidade

Infelizmente, casos como esse são bastante comuns. Recentemente, um caso envolvendo uma suposta agressão no BBB 17 tomou conta do país. Uma discussão entre Emilly e Marcos levou à expulsão do médico do programa da TV Globo. Ele foi indiciado pela polícia, que se baseou na Lei Maria da Penha.

O #Crime causou grande revolta nas redes sociais. "Machão fugiu, né ? Bater em mulher é fácil queria ver ele pegar um homem de verdade pra ver se ele consegue andar sem auxílio de muletas depois", disse um internauta ao comentar uma matéria sobre o caso. "Não adianta, o cara tem o bimbim pequenino. Aí faz esse tipo de coisa. Mulheres não tenham caso com esse tipo de homem. Os caras se tornam uns covardes, e nesse país sem lei da nisso", continuou mais uma pessoa se mostrando revoltada diante do caso.

E você, o que pensa que deve ser feito diante desse tipo de casa? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade.