Um homem foi preso pela polícia acusado de estupro de vulnerável na quarta-feira (26), na cidade de Jaciara, a cerca de 144 quilômetros de Cuiabá (MT). O acusado de ter cometido o #Crime foi identificado pelas autoridades locais como Vanderlei Martins Patrício, de 27 anos. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter estuprado uma menina de 13 anos. Conforme informações, o suspeito violentou sexualmente a vítima no ano passado. Desde então, mantinha um caso amoroso com a vítima há mais de 1 ano.

Segundo a polícia, os pais da vítima já havia feito mais de quatro Boletins de Ocorrência contra o suspeito, relatando que ela estava se encontrando com a vítima escondido.

Publicidade
Publicidade

Conforme informações do investigador Márcio Moreira, a vítima começou a gostar do agressor, mesmo sabendo que ele teria lhe abusado. Segundo Márcio, a jovem pode ter desenvolvido a Síndrome de Estocolmo.

Segundo informações da Wikipédia, “A síndrome de Estocolmo não é apenas uma condição desenvolvida em vítimas de sequestros ou reféns. Também pode ser aplicada a uma variedade mais ampla de situações, que afligem vítimas de abuso doméstico ou infantil, tráfico humano e incesto. Prisioneiros de guerra, terrorismo político, membros do culto, prisioneiros de campos de concentração, escravos e prostitutas também podem ser vítimas da síndrome de Estocolmo. Acredita-se que as mulheres são especialmente sujeitas a desenvolver a condição”.

Márcio relatou que a primeira vez que o acusado teve relações sexuais com a menina, ele a pegou à força, entretanto, até que o trabalho das investigações terminassem e um mandado de prisão contra o suspeito fosse expedido, o indivíduo aproveitou para se encontrar com a garota às escondidas, e nesse período a vítima acabou se apaixonando pelo seu agressor.

Publicidade

Segundo informações da polícia, os pais da menina não aceitavam o relacionamento do suspeito com a vítima e sempre que eles suspeitavam que ela estava se encontrando com o Vanderlei, eles o denunciavam para a polícia.

Ainda, de acordo com a polícia, a vítima chegava a fugir de sua residência para ir dormir na casa do seu agressor. Para a polícia, como os pais da jovem não aceitavam o relacionamento da filha e ela ser menor de idade, o caso é considerado como estupro de vulnerável. Com todas as provas em mãos, a polícia pediu um mandado de prisão contra o sujeito. Em seguida, uma viatura da polícia se deslocou até a residência do indivíduo onde fez a sua prisão, e logo após ele foi encaminhado para a delegacia da cidade. Segundo a polícia, Vanderlei não resistiu à prisão. #Investigação Criminal #Casos de polícia