O relacionamento virtual é uma realidade crescente em todo o mundo. Diariamente milhares e milhares de pessoas conversam com desconhecidos através das #Redes Sociais.

Seja com a finalidade de manter apenas uma amizade, um relacionamento amoroso ou mesmo como uma maneira de passar o tempo, certo é que as pessoas se sentem mais à vontade e seguras por trás da tela do computador ou do smartphone.

Assim elas se soltam, porém muitas vezes deixam de lado o bom senso e abrem mão da sua privacidade. Hoje é muito comum ouvir falar sobre os nudes compartilhados pelas redes sociais que sem autorização da pessoa que tem sua imagem exposta é considerado #Crime.

Publicidade
Publicidade

Mas é preciso muito cuidado ao começar a conversar e se relacionar através das redes sociais e até mesmo sites especializados em encontros, você pode cair em uma armadilha fatal. Saiba mais aqui.

De acordo com o portal de notícias online G1, uma mulher marcou um encontro com uma pessoa desconhecida através de uma rede social. O que ela não imaginava é que depois disso sua vida mudaria para sempre. A mulher que não teve seu nome identificado, foi esfaqueada e abusada pelo seu "amigo virtual", o crime aconteceu no início de dezembro do ano passado, porém a polícia trouxe o caso à tona nesta sexta-feira (31), depois de prender o suspeito.

Medo e desespero

Muitas vezes você se encanta pelas palavras e fotos que vê na #Internet, mas nunca sabe que tudo o que lhe é mostrado realmente é verdade.

Publicidade

Por isso é preciso ter muito cuidado para não ser mais uma vítima dos perversos e ardilosos que usam as redes sociais como armadilhas.

De acordo com a Polícia Civil o crime aconteceu na cidade de Teixeira de Freitas na Bahia, depois de ficar foragido por três meses, o suspeito de 24 anos foi preso na didade de Serra no Espírito Santo.

Ainda segundo as informações da polícia, o pedreiro que não teve o nome divulgado, chamou a vítima para ir com ele e um casal de amigos a uma festa.

Chegando no local ele passou a assediar a jovem que deixou claro para ele que queria apenas ter a amizade dele. Mesmo assim ele continuou insistindo, no retorno para casa, depois de beber durante boa parte da noite ele ficou agressivo e armado com uma faca atacou a jovem, tentou cortar sua bermuda e a obrigar a manter relação sexual com ele. Ela recusou e pediu por socorro, foi então que o homem a esfaqueou.

Ele só parou de agredi-la quando o casal de conhecidos dele interviu pedindo que ele cessasse com as agressões, em seguida o homem fugiu correndo. O casal assustado com toda aquela situação, também partiu sem prestar socorro à vítima.

Algum tempo depois ela conseguiu pedir ajuda a um motociclista que passou pelo local, ele acionou o SAMU (Serviço de Atendimento de Urgência) para o hospital mais próximo. Não há informações sobre o atual estado de saúde dela.

Depois que foi preso a polícia descobriu que o pedreiro também é suspeito de tentar matar um tio dele em 2014, o caso também segue sendo investigado.