Imaginar que leite condensado pode ser usado para cometer algum tipo de #Crime parece até mesmo fantasioso, concorda? Porém na cidade de Recife, capital de Pernambuco, criminosos inovaram e estão utilizando leite condensado para praticar crimes nas ruas da cidade. Esta nova modalidade criminosa vem assustando os moradores da cidade.

Uma mulher de 34 anos que não teve seu nome revelado foi uma das vítimas do leite condensado criminoso e resolveu compartilhar sua experiência através do seu perfil no Facebook, de acordo com o portal de notícias online do jornal Folha de Pernambuco, até na manhã de quinta-feira (13) seu post na rede social já teve mais de 15 mil compartilhamentos.

Publicidade
Publicidade

Saiba mais aqui.

Leite condensado é usado por bandidos para cometer crimes

Segundo a administradora de empresas ela trafegava na noite de segunda-feira (10), na avenida Visconde de Albuquerque, no bairro Madalena, Zona Oeste do Recife, por volta das 21h quando foi atacada com leite condensado. Ela relatou que dirigia seu Ford Ka a aproximadamente 40 km/h, estava sozinha, quando de repente foi derramado um balde de leite condensado no para-brisa de seu carro.

A mulher disse que a ação foi muito rápida, mas que os autores do delito estavam em um carro que seguia ao seu lado. Muito assustada e pensando se tratar de lama, ela chegou a pensar em parar, porém acreditando que seria assaltada caso estacionasse o veículo, pois já tinha ouvido falar sobre este tipo de crime, ela não acionou o limpador de para-brisa e resolveu seguir em frente mesmo com a visibilidade bastante prejudicada.

Publicidade

De acordo com a vítima se ela tivesse acionado o limpador, seria muito pior.

A vítima dirigiu por aproximadamente 5 minutos até um local mais seguro onde parou o carro, somente quando ela desembarcou do veículo foi que notou que havia sido atingida por uma grande quantidade de leite condensado. O carro estava melado e "gosmento", ela mal conseguia acreditar que sofreu o ataque com um tipo de doce.

Mesmo sem procurar a polícia para dar queixa sobre o acontecido, ela resolveu contar sua experiência no Facebook para alertar as pessoas sobre o novo modo de abordagem criminosa. Porém em entrevista ao Jornal Folha de Pernambuco ela afirmou que jamais imaginou que sua postagem teria tamanha repercussão. "Não é boato e não foi lenda urbana. A gente acha que é brincadeira até que acontece com a gente".

As mentes criminosas trabalham incessantemente para buscar alternativas diferentes para cometer crimes, mas usar leite condensado é no mínimo inusitado. #assalto #Casos de polícia