A Polícia Civil do Estado do Mato Grosso está investigando se a morte trágica de uma garota de 16 anos tem alguma relação com o Blue Whale Challenge (Desafio da Baleia Azul), um jogo que nasceu na Europa e se propagou rapidamente entre jovens russos. Ele estabelece cerca de 50 desafios a serem cumpridos e, por fim, estipula que os participantes (geralmente adolescentes) cometam suicídio. Esses 'desafios' são repassados por pessoas que administram grupos secretos no Facebook voltados para quem quer participar do jogo..

Publicidade

Publicidade

As tarefas dadas aos participantes vão ficando mais difíceis com o decorrer dos 50 dias do jogo, pois se inicia com tarefas simples que consistem em desenhar uma baleia em uma folha ou passar a noite em claro ouvindo música triste ou vendo filme de terror.

Após esse período de desafios mais fracos, eles vão ficando cada vez mais perigosas: os participantes, então, são ordenados a insultar os pais, mutilar os lábios e a tatuar uma baleia no braço de forma violenta (são obrigados a utilizar uma faca ou uma lâmina de barbear para fazer o desenho).

O jogo que termina tragicamente ceifando a vida dos participantes pode ter chegado ao #Brasil. A desconfiança se iniciou depois que uma jovem supostamente pulou em uma represa de grande profundidade para cumprir o desafio final da baleia azul.

Segundo informaram as testemunha em depoimento à Polícia Militar, a estudante que estava desaparecida desde terça feira (11) teria entrado em uma dessas comunidades do Facebook e estaria participando dos desafios do jogo online.

Publicidade

Caso venha a ser confirmado as suposições de que morte da adolescente está relacionada ao jogo mortal, este será o primeiro caso registrado no Brasil de morte relacionada ao perigoso jogo que tem virado "moda" entre os jovens.

Um inquérito já foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte desta moça. A mãe da estudante informou que a adolescente vinha se automutilando há aproximadamente uns 60 dias, o que seria um forte indício de que esse comportamento faria parte das tarefas deste jogo. A jovem também deixou duas cartas para a família.

O delegado André Rigonato, que está à frente das investigações desse caso, informou que celular da adolescente esta sendo periciado e serão analisados esses jogos virtuais. Após isso se poderá afirmar ou não se esse caso de suicídio estaria relacionado ao jogo da baleia azul. #Crime #Internet