Nesse fim de semana, um vídeo que mostra um diálogo entre um homem e uma criança acabou provocando grande repercussão na internet. A menina, que teria nove anos de idade, seria filha de criação do homem que aparece cortando um pão nas imagens. A menina parece instruída a tentar uma confissão do homem, a fim de que ele diga que realmente cometeu os abusos sexuais contra ela. Uma câmera está escondida e o seu suposto pai de criação não sabe de nada, tanto é que confessa que realmente chegou a passar a mão nas partes íntimas da menina, que insiste até que ele confesse o que fez. O abusador, sem desconfiar, acaba dando à ela a prova que precisava para incriminá-lo.

A menininha parece fazer uma chantagem para o homem.

Publicidade
Publicidade

Ela diz que, caso ele não dê o que ela quer, que contará toda a verdade para a sua mãe. A menor de idade chega a dizer que quer um notebook para que ela não conte absolutamente nada. O homem não parece muito preocupado diante da situação e continua a cortar o pão que está prestes a comer. “O Diolindo, tu vai me dar o notebook?”, questionou ela. A garota ouve que vai ter o que tanto quer, mas que vai demorar. Impressiona a habilidade dela em convencer aquele homem de dar o que tanto quer.

Repercussão online sobre o caso

Veja abaixo o vídeo que mostra o homem confessando o suposto #Crime contra a sua folha de criação. A postagem acabou virando um alerta para que as pessoas tomem mais cuidado com quem vão colocar dentro de casa.

O vídeo que voltou a causar grande repercussão tem mais de 500 mil exibições apenas no Facebook.

Publicidade

" Muito leso quem não percebe que a menina fez o vídeo justamente pra incriminar esse safado, tanto que no final do vídeo ela fala várias vezes "você sabe que eu não estou mentindo" para ter a confirmação dele. To besta de ler que ainda têm pessoas que culpabilizam a vítima", disse um internauta criticando o fato de muitas pessoas ainda defenderem o homem que aparece nas imagens.

"Se fosse a filha de vocês que estão dizendo que a culpa é da vítima?Gente é apenas uma criança. Ele é um homem. Por isso que o Brasil está nessa situação. Pra algumas pessoas o errado está certo e o certo está errado", escreveu outra mulher, mostrando-se estar impressionada com o fato de muitas pessoas ainda defenderem o agressor da menina.

E você, o que pensa da situação? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes para toda a sociedade.