A cidade de #Feira de Santana (BA) passou por uma grande confusão durante a realização de um #bingo beneficente na tarde deste domingo (16). O bingo foi realizado no bairro São João e quando estava acontecendo a realização do terceiro prêmio, um carro Grand Siena, apostadores suspeitaram de uma possível fraude, depois que o suposto ganhador afirmou que residia no conjunto Feira VII, mas quando foi perguntado os dados da sua residência ele não soube informar o nome da rua e nem mesmo um ponto de referência.

Publicidade

“Ele falou que residia no bairro Feira VII, só que de repente alguns moradores do bairro afirmaram que desconhecia o ganhador, logo algumas pessoas já desconfiadas perguntaram diretamente ao ganhador sobre o seu endereço exato, mas ele não soube informar.

Publicidade

De imediato um grupo segurou o rapaz e o fizeram ameaças, foi aí então que tudo foi revelado, o homem confessou que na verdade é residente do município de Serrinha e que foi pago pela organização do bingo para simular ser o ganhador”, afirmou um dos participantes, que pediu para não ser identificado.

Alguns participantes ficaram indignados com a situação e começaram a apedrejar os carros que estavam sendo sorteados no bingo. Eles atearam #Fogo em uma S-10, uma Frontier e um Grand Siena.

Outra pessoa que participava do bingo, afirmou que a premiação dos carros já teriam as pessoas certas e que eles estavam em mãos com cartelas já batidas. No momento da confusão os demais que faziam parte do esquema conseguiram sair correndo.

Um funcionário público que participava do bingo foi até a delegacia do município para prestar uma queixa. Foi ele que desconfiou da possível fraude no jogo. “Quando o ganhador do Siena desceu do palco, ele estava sem a cartela.

Publicidade

Eu de imediato o perguntei se ele de fato residia no bairro Feira VII, pois eu sou morador do bairro e nunca o vi naquela localidade, foi ai ele se atrapalhou e sem querer acabou falando que residia em Serrinha, e depois de muitos questionamentos ele ficou assustado e confessou que recebeu a quantia de R$ 200 para se passar por ganhador do prêmio”, afirmou.

A polícia informou que mais de 15 pessoas compareceram até a delegacia e prestaram queixa contra a organização do bingo.

O homem que seria o suposto ganhador do prêmio foi conduzido até a delegacia e lá confessou que realmente foi pago para se passar pelo ganhador e que já tinha saído da cidade de Paulo Afonso com a cartela de ganhador. Ele ainda confessou que essa foi a sua primeira vez participando de uma fraude em bingo. Ele exerce a profissão de eletricista e teria aceitado a proposta por estar precisando do dinheiro pago pela organização do bingo.