Um #Pastor foi preso pela Polícia Militar suspeito de abusar de uma menina de apenas 11 anos na noite de quarta-feira (12), em sua casa estabelecida no bairro Jardim Itália, em Cuiabá, no Mato Grosso. O acusado, de 52 anos, que não teve a seu nome divulgado pela PM, é pastor evangélico. Para a polícia, ele é o principal acusado de ter abusado sexualmente uma criança de 11 anos e outra menina de 15 anos.

O pastor foi flagrado por PMs no exato momento que deixava as crianças em um lugar de pouca movimento após cometer o #Estupro vulnerável. As meninas disseram para aos policiais militares que o suspeito havia pagado R$ 150 para fazer sexo com elas.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações passadas pela PM, os policiais estavam fazendo o trabalho de rotina quando se encontraram com o suspeito deixando as meninas perto da mata e depois foi embora. Receosos do que se tratava, os policiais abordaram as duas crianças e questionaram porque o homem haviam as deixadas naquele lugar de pouco movimento.

Em resposta, uma das meninas disse que ela encontrava-se na escola na hora que o suspeito ligou para ela, mas disse que não atendeu a ligação. A garota ela disse que conhece o acusado há dias e que já teria feito sexo com ele anteriormente.

Segundo a adolescente, após o homem ter efetuado atos sexuais com elas, ele pagou R$ 100 para ela e R$ 50 para a menina de 11 anos, sua sobrinha. Logo após, elas foram conduzidas e largadas perto do mato, instante em que apareceram os policiais.

Publicidade

De acordo com a adolescente, ela tinha recebido outro telefonema do suspeito, que disse iria lhe dar R$ 200reais para que ela não mencionasse para a PM o que tinha feito com elas. Segundo o delegado Cláudio Freesz, as meninas foram conduzidas para o Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por todos os exames para apurar se houve relação sexual.

Ainda segundo o delegado, o suspeito será indiciado por crime de estupro de vulnerável. O pastor foi preso em sua casa e transportado para a Central de Flagrantes da cidade em Cuiabá. Segundo informações da PM, na maior parte do tempo ele em que esteva preso na cela, ficou rezando de joelhos e com o corpo esmorecido. O caso está sendo investigado.

E você, o que achou da noticia? Há uma maneira de frear esse tipo de acontecimento? Qual seria a punição do acusado? Deixe o seu comentário, ela é sempre importante. #Abuso Sexual