Um homem foi preso pela polícia acusado de estupro de vulnerável na noite de quarta-feira (12), em sua residência localizada no bairro Jardim Itália, em Cuiabá (MT). O homem de 52 anos, que não teve a seu nome revelado pela polícia, é pastor evangélico na localidade. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter violentado sexualmente uma menina de 11 anos, e uma adolescente de 15 anos.

Publicidade

O indivíduo foi flagrado por policiais no momento exato que deixava as vítimas em um local de pouco movimento após cometer os abusos. As vítimas disseram para os policiais que o suspeito tinha dado R$ 150 reais para ter relações sexuais com elas..

Publicidade

Segundo informações repassadas pela polícia, os policiais estavam fazendo o trabalho de patrulhamento quando se depararam com o acusado deixando as vítimas perto de um matagal, em seguida foi embora. Desconfiados do que se tratava, os PMs abordaram às duas meninas e perguntaram por que elas haviam sido deixadas naquela localidade de pouco acesso. Em resposta, a adolescente disse que ela estava na escola quando recebeu uma ligação do acusado, mas segundo ela, não atendeu.

Após ela ter saído da escola, já em sua residência localizada no bairro Pedra 90, o suspeito tinha ligado novamente e desta vez ela atendeu. A adolescente disse que o pastor queria sair com ela e com a outra vítima que é sua sobrinha. Ainda de acordo com a adolescente, o pastor insistiu e foi até a casa dela onde pegou as duas e levou para a sua residência localizada no bairro no Bairro Jardim Itália, na casa as duas ficaram no mesmo quarto. Em seguida, o suspeito teve relações sexuais com ela e com a sua sobrinha..

Publicidade

Conforme relatos da adolescente, ela disse que conhece o pastor há alguns dias e que já teve relações sexuais com ele anteriormente. Segundo a jovem, após o suspeito ter praticado o ato ilícito com elas, eu deu R$ 100 reais para ela e R$ 50 reais para a sua sobrinha. Em seguida, foram levadas e deixadas perto do matagal, momento em que foram abordadas pelos policiais. De acordo com a jovem, ela tinha recebido outra ligação do pastor relatando que ele ia lhe dar R$ 200 reais para que ela não contasse para a polícia o que tinha acontecido.

Segundo o delegado Cláudio Vitor Freesz, as vítimas foram encaminhadas para o Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por todos os exames necessários para o caso. Ainda de acordo com o delegado, o acusado será indicado pelo #Crime de estupro de vulnerável. O suspeito foi preso em sua residência e levado para a Central de Flagrantes de Cuiabá. Conforme informações da polícia, a maior parte do tempo que o acusado ficou dentro da cela ele estava orando de joelhos. O caso está sendo investigado. #Investigação Criminal #Casos de polícia