No interior do Paraná na cidade Umuarama uma mulher foi presa traficando drogas na rua José Balan após diversas pessoas ligarem para às autoridades denunciando a mulher que fazia a venda de drogas em plena rua. O caso aconteceu nesta última terça-feira (11), e o Serviço Reservado da Polícia Militar do Paraná resolveu agir para pegar a mulher no flagrante após receber diversas denúncias. Não foi preciso muito tempo para que os oficiais flagrassem a mulher vendendo droga no local, pois o movimento de tráfico feito por ela era bastante intenso na rua, com diversos clientes chegando a todo momento.

Em apenas 30 minutos foi constatado que ela vendia drogas no local após diversos carros chegarem na rua José Balan e saírem de lá após conversar rapidamente com a traficante através do vidro abaixado do carro.

Publicidade
Publicidade

Para pegar a traficante os agentes pediram apoio ao ROCAM, para parar um dos consumidores que havia acabado de pegar a droga no local. Para isso, os agentes interceptaram uma motocicleta CG vermelha que foi atendido pela traficante no portão e logo em seguida evadiu do local em alta velocidade.

Ao constatarem que a mulher era realmente uma traficante, os policiais entraram na residência da mulher para averiguar se havia alguma coisa de ilícito no interior da casa. Assim que adentraram ao local em que a traficante vivia, a mulher ficou bastante apreensiva e demonstrou muito nervosismo, entregando que alguma coisa estava errada por ali. Foi quando ela pediu para ir ao banheiro que os agentes encontraram algo dentro do congelador contendo drogas. Haviam duas buchas de maconha que totalizaram juntas 55 gramas.

Publicidade

Como a mulher pedia frequentemente para ir ao banheiro, os policiais foram ao local antes dela e encontraram um prato com várias pedras de crack que ela queria jogar no vaso antes que os policiais encontrassem, por isso pedia insistentemente para ir ao banheiro. As pedras de crack encontradas no banheiro totalizavam quatro gramas. Além disso, os policiais encontraram diversos aparelhos celulares que a suspeita disse não saber de quem seriam.

Mas, o que mais chamou à atenção da polícia foi que a mulher, chamada Nice Santos, havia postado em seu perfil no Facebook que ‘policial bom é policial morto’, poucos dias antes de ser presa. Na mesma postagem, a mulher ainda disse que ‘traficante bom é traficante preso’. Parece que parte do que Nice disse nas redes sociais é verdade, pois ela era uma traficante a acabou sendo presa pela Polícia Militar do Paraná.

#Crime #Casos de polícia