Silvio Santos é um dos nomes mais amados da televisão brasileira, mas vê o seu sobrenome - Abravanel - estar agora em meio a uma polêmica que envolve a Polícia Federal. Até mesmo o irmão do apresentador, o empresário Henrique Abravanel, é um dos alvos da Operação Conclave, que investiga a venda das ações do extinto Banco Panamericano para a Caixa Econômica. Não é a primeira vez que #Silvio Santos se vê metido em uma polêmica sobre o assunto. Na última, em entrevistas, o ex-dono do banco disse que acabou confiando em quem não deveria e deu no que deu. Sentindo-se traído, Silvio acabou levando a má fama do negócio, já que é o nome mais famoso de sua família.

"Me diziam que o banco era uma maravilha", afirmou Silvio, na época em que tudo ocorreu e quando ele teve até que dar depoimentos na justiça sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações da colunista Keila Jimenez, em reportagem publicada nesta quarta-feira, 19, a operação começou ainda hoje e deve apurar se houve fraude na transferência das ações do banco que um dia foi de Silvio para a Caixa Econômica. A polícia irá cumprir mandados de busca e apreensão diante de todos os investigados. Além disso, para impossibilitar uma possível fuga e até mesmo a correção de danos, os valores que estão nas contas dos investigados passaram a ficar bloqueados. Toda a polêmica começou ainda em novembro de 2009, quando o banco Panamericano recebeu um recurso bilionário por conta de um fundo de créditos. O valor, na época, chegou a R$ 2,5 bilhões.

Para conseguir o recurso bilionário, Silvio Santos precisou dar todas suas empresas como garantia, inclusive, o SBT.

Publicidade

No período em que tudo aconteceu, o Banco Central identificou irregularidades em todo o processo. Por isso, a investigação teve início. A venda do banco ocorreu pouco após o empréstimo bilionário. Curiosamente, o banco foi vendido por bem menos do que o valor do próprio empréstimo, por R$ 450 milhões. Quem acertou a venda da empresa de Silvio foi a BTG Pactual.

No ano de 2015, Silvio Santos precisou depor sobre o assunto. Naquele período, o rombo do banco estipulado pela justiça era de incríveis R$ 4 bilhões. O banco acabou prejudicando as demais empresas do apresentador e o medo dele e dos fãs é que o SBT fosse junto.

E você, acredita que o apresentador foi mesmo traído? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.