O Supremo Tribunal Federal, STF, decidiu nesta terça-feira, 25, revogar o habeas corpus do goleiro Bruno Fernandes. Por três votos a um, os Ministros da mais importante corte do país decidiram que Bruno deve sair do convívio com a sociedade. A decisão e dada cerca de dois meses depois do atleta está liberto. O goleiro havia acabado de fazer sua estreia no Boa Esporte, onde fez boa atuação. O Boa disse que não sabia da votação e viu com surpresa a decisão do Supremo. O STF revogou o acordo firmado pelo ex-ministro Marco Aurélio de Melo, que havia ouvido os advogados do jogador, dizendo que Bruno estava tempo demais à espera de um apelo para ter recurso diante de sua empreitada.

Publicidade
Publicidade

Fernandes ainda não comentou a polémica decisão da justiça, que, certamente, deve mais a ve mudar sua vida.

O famoso goleiro vive uma pendenga judicial há mais de 7 anos. Ele foi preso ainda em 2010 acusado pela morte da ex-amante e mãe do seu filho, Eliza Samudio. Além de matar Eliza, ele foi acusado de participar na ocultação do cadáver dela. Até hoje, a ossada de Eliza não foi encontrada. Bruno foi condenado a mais de vinte anos.de prisão e era considerado um preso de bom comportamento. Ele deve voltar para uma penitenciária do estado de Minas Gerais, mesma região que escolheu para jogar futebol

A decisão do Supremo Tribunal Federal foi manifestada após um pedido de averiguação do caso do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Ele disse, ao enviar o pedido ao STF, que não era correto Bruno estar solto em um momento que o #Brasil busca formas de mudar o seu jeito de agir.

Publicidade

A opinião de Janot foi acatada por todos os magistrados, inclusive, o atual novo Ministro, Alexandre de Moraes, que antes de ir para o STF atuou na pasta da justiça do governo do presidente da República Michel Temer, do PMDB. Moraes já havia ficado conhecido por ajudar a desvendar quem eram os hackers que teriam conseguido dados íntimos da primeira-dama, Marcela Temer.

Os advogados de Bruno não avisaram se vão recorrer da decisão. No entanto, caso o façam, deve ser com o goleiro já na cadeia novamente. A imprensa está agora na expectativa para essa volta muito esperada.

E você, o que pensa da decisão da mais alta corte do país? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes para toda a sociedade. Além disso, deixar sua opinião ajuda sempre a conhecer pessoas que pensam ou gostam do mesmo tema que você.