Uma fatalidade marcou o fim da vida de Maria Kamylla, uma técnica em enfermagem de 28 anos de idade. A moça, moradora de Pernambuco, se preparava para uma festa, que aconteceria na noite de quinta-feira, 13.

Vaidosa, ela decidiu usar uma prancha, mas conhecida como ‘chapinha’, para alisar seus cabelos e ficar mais bela para uma festa em família. Ao estranhar que a filha não atendia o telefone, a mãe da moça a encontrou, caída no chão e inconsciente. Desesperada, pediu ajuda e Maria foi levada para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), entretanto, já chegou ao local sem vida.

A moça passou por um exame de necropsia, que constatou o choque.

Publicidade
Publicidade

Maria era casada e tinha dois filhos, um de dez anos e outro de catorze. Ela foi enterrada na tarde de sexta-feira, 14, e seus familiares e amigos estão desolados e incrédulos com a morte precoce da moça. O pai da vítima disse que o fio da chapinha estava descoberto, mas a moça não viu e encostou, sofrendo uma descarga elétrica. Ela era aluna da faculdade de enfermagem e sonhava em se formar.

Protegendo-se de choques

Embora os choques sejam comuns, nem sempre são culpa do usuário. Existem diversos fatores que levam uma chapinha, bem como um secador de cabelo ou qualquer outro eletrônico, a ter uma descarga elétrica que venha a ferir ou matar uma pessoa.

Conheça agora algumas dicas essenciais, para evitar um choque:

1º Umidade: nunca, sob hipótese alguma, utilize chapinha, secador, modelador de cabelo ou qualquer equipamento que esteja ligado na tomada, no banheiro ou em local úmido.

Publicidade

A água faz com que a corrente elétrica caminhe mais rápido e gere um #Choque elétrico. Ainda que a água seja proveniente da condensação do ar, o perigo existe. Há pessoas que se arriscam, na certeza que nunca acontecerá nada, mas não vale a pena pagar para ver.

2º Temperatura: tanto chapinhas, quanto secadores e modeladores, possuem um limite de temperatura, possuindo também, botões que permitem o controle da mesma. Quem deixa o equipamento na temperatura máxima, acaba aquecendo demais o equipamento, gerando uma possível descarga elétrica, que piora se o uso do aparelho for prolongado. Sempre que colocar na temperatura máxima, alterne para uma opção mais baixa enquanto modela ou seca os fios. Além do risco de curto circuito, também pode danificar os cabelos.

3º Extensões, benjamins e tomadas estragadas: nunca use secadores, chapinhas e modeladores em extensões. O equipamento não conseguirá oferecer toda a sua qualidade, sendo nítido que esquenta menos ou fica mais devagar, e com isso começa a puxar energia para cumprir com o seu limite, mas acabará provocando um curto circuito, que pode até derreter a parte plástica da extensão e provocar queda de energia em toda a casa.

Publicidade

Benjamins também devem ser evitados e tomadas de parede que saem fogo ou estão destampadas, não devem ser usadas.

4º Fio: nunca use o aparelho se o fio estiver desencapado ou em mal estado. Sem que a pessoa perceba, aquela parte danificada pode pegar fogo ou simplesmente, gerar um forte choque, caso se encoste, acidentalmente, no local.

5º O equipamento: evite comprar produtos de origem duvidosa, de segunda mão (usado) ou que não possua garantia. Muitas vezes, com o objetivo de economizar, muita gente, principalmente mulheres, colocam suas vidas em risco, ao adquirir produtos que já veem viciados de fábrica e que podem gerar danos e prejuízos.

6º Use calçados: evite fazer sua chapinha ou secar os cabelos descalço. Use calçados, de preferência de borracha ou plástico, para que ele isole o seu corpo de uma possível corrente elétrica no chão.

7º Guarda e manuseio: só guarde equipamentos depois que eles estiverem frios e nunca os deixe ligados, sem que esteja utilizando.

8º Chuva: não utilize esses equipamentos se estiver chovendo, pois em um eventual curto circuito com queda de energia, seu equipamento e qualquer outro que estiver ligado, pode receber toda a carga e se estiver na mão de alguém, pode gerar ferimentos e até ser fatal. #perigos da chapinha #Choque em equipamentos eletrônicos