Muitos adolescentes e crianças desperdiçam a sua vida envolvendo-se no tráfico de drogas e na violência que cresce de forma assustadora no Brasil. Os pequenos começam cedo no mundo do #Crime, e antes mesmo de completarem a maioridade, já estão traficando e trabalhando para o mundo do crime, como Gustavo Cyclone que sustenta uma vida de traficante abertamente nas redes sociais. O menino é de Itaquaquecetuba e mora em São Paulo onde trabalha como traficante na comunidade em que ele vive. Nas redes sociais, o menino posta fotos com dinheiro e legendas que deixam claro sobre o movimento de tráfico que ele faz.

O jovem mora em Vargem, em São Paulo e não esconde de ninguém sua vida de ostentação do mundo do crime.

Publicidade
Publicidade

Neste sábado (22), o jovem postou uma foto com um leque de notas com a legenda dizendo que o ‘crime é foda, mas que é bom ser traficante’ e parece que a maioria das pessoas aprovam a conduta do jovem, que escolheu viver no mundo do crime e encara isso como algo normal em sua vida. Em um dos comentários feitos nesta imagem, uma mulher adverte o menino para o perigo que ele está correndo ao postar essas imagens nas redes sociais, ela chegou a pedir que ele não fizesse mais isso, e que se a mãe dele soubesse o que ele faz, Gustavo poderia estar encrencado.

Claro que se ele continuar a se exibir dessa forma nas redes sociais, além da mãe, as autoridades também não demorarão para encontrar esse jovem que acabou virando traficante enquanto ainda é apenas uma criança. Gustavo não esconde a sua vida confortável de traficante e até vai ao shopping com a irmã e a mãe para curtir um almoço fora de casa.

Publicidade

Na maioria das postagens feitas por Gustavo Cyclone os emotions de arma de fogo sempre são utilizados. Sustentando ser uma pessoa religiosa e que acredita em Deus, o menino faz postagens pedindo proteção divina para a vida bandida que ele escolheu viver, em que ele pode acabar morto ou preso.

Parece que o menino está ciente também dos riscos que corre e não tem medo de enfrentar as autoridades ao expor sua vida criminosa nas redes sociais. Gustavo chega, inclusive, a mostrar outros bandidos que trabalham no tráfico junto com ele em fotos publicadas pelo menino nas redes sociais. Além do local que costuma ficar trabalhando vendendo drogas para diversos usuários que chegam durante todo o dia e a noite, quando o movimento é ainda maior, o garoto também posta fotos em veículos e festas, ostentando uma vida regada a luxos bancados pelo tráfico. #Investigação Criminal