Um vídeo gravado no ano passado mostra um diálogo estarrecedor entre uma menina e seu suposto padrasto.

Tudo indica que foi a própria garota, que tem o rosto embaçado no vídeo, foi quem preparou tudo para gravar a conversa reveladora. No diálogo o homem confessa que abusou da menina, passando as mãos nas partes íntimas dela.

A menina, que teria 9 anos, o chantageia e ameaça contar tudo para mãe se ele não lhe der um notebook.

As imagens começam quando a mãe se despede de casa e deixa os dois na cozinha. Ele está preparando um sanduíche. A menina então se dirige a ele e avisa que está demorando muito para ele lhe dar o notebook que ela lhe pedira.

Publicidade
Publicidade

“O Diolindo, tu vai me dar o notebook?”

“Vou, mas deixa primeiro eu pegar o dinheiro” , diz ele.

Ela rebate. “Você vai demorar muito para pegar o dinheiro? Eu vou te dar pouco tempo. Eu vou te ligar e no dia que eu te ligar você vai ter que me dar o notebook, ou eu conto para a minha mãe tudo”.

“Fala”, diz ele tranquilamente. “Eu vou contar tudo, que você Colocava a mão na minha perereca. Colocava a mão no pinto. Vai dizer que é mentira?”, ameaça.

“Vem cá, eu estou achando que você contou isso para alguém”, disse ele. “Como assim contei pra alguém? Se eu contar eu também vou me ferrar”.

“Eu tô achando. Você tá vendo a situação que tua mãe tá. Além de de dar o notebook eu vou ter que pagar advogado pra ela. Tudo tem que ter paciência. Eu falei pra você que pedi pra trazer do Paraguai”.

Publicidade

“Sim, tudo bem. Tá, tá. Mas vai dizer que eu tô mentindo seu eu disser que você fez aquilo comigo?”, insiste e ele responde nem que sim nem que não: “Sem eu ter feito aquilo, ou tendo feito, eu ia te dar a mesma coisa”.

“Tá, do mesmo jeito, se você demorar muito eu vou contar para ela. Você sabe que eu não estou mentindo. Vai dizer que eu estou mentindo por acaso?”.

“Não”, confessa ele. “Eu tô mentindo? “, repete. “Fala baixo”, responde ele. Ela ainda diz que não vai falar baixo e frisa mais uma vez que ele sabe que ela está falando a verdade.

Depois de um minuto e quarenta e seis segundos o vídeo, que foi publicado originalmente em setembro do ano passado, termina.

A conversa gerou polêmicas nos comentários. Muitos internautas interpretaram que o pedido do computador e a suposta chantagem da menina foi a forma que ela encontrou para fazer ele confessar. Só desta maneira ela poderia gravar a admissão de culpa do adulto. Mas há os que apenas criticam a menina, dizendo que ela está se vendendo em troca de um notebook.

#Crime #Investigação Criminal