O mês de março foi bastante trágico para dezenas de habitantes do Peru, que morreram nas enxurradas causadas pelas fortes chuvas.

Mas se há alguma imagem que ficou marcada como a tragédia que se abateu no distrito de Punta Hermosa é a que mostra uma sobrevivente emergindo de um verdadeiro mar de lama.

É Evangelina Diaz, de 32 anos de idade, que aparece escapando em meio a todo tipo de escombros sendo levados pela correnteza que se formou no dia 16 do mês passado.

Pelas imagens as pessoas aparecem chocadas ao verem todo tipo de coisa ser arrastada. Primeiro aparece uma vaca, depois o que parece ser uma estrutura inteira que servia de casa.

Publicidade
Publicidade

Só então os populares enxergam um corpo de movimentando. Primeiro um braço, depois a cabeça e o tronco e aí sim é possível ver que se trata de uma mulher que luta para se desvencilhar da lama e se agarra em um fio de esperança.

Para não se afogar ela segurou em troncos. Depois de ser arrastada por aproximadamente cinquenta metros, ela consegue se erguer e andar em meio à lama até a margem da corredeira que se formou. Ela anda por cima de muitos troncos e pedaços de madeira. Exausta, ela cai novamente na água e é puxada por populares para fora da zona de perigo.

Evangelina é mãe de duas filhas e logo após ser resgatada foi encaminhada para o Hospital do distrito, onde ficou alguns dias internada.

Em primeiro plano outra vaca parece ter se salvado do pior e luta para tentar sair da lama.

Publicidade

Um homem também conseguiu sair do caminhão onde estava momentos antes da enxurrada arrastar o veículo por muitos metros.

O cinegrafista mostra como fica o outro lado da enxurrada e a força da água é impressionante.

De acordo com as autoridades peruanas, o período chuvoso que começou em dezembro e seguia despejando muita água. Até o mês passado, as chuvas provocaram a morte de 62 pessoas, deixando outras 11 desaparecidas, gerando a destruição de oito mil casas e prejuízos a 500 mil pessoas.

Bairros inteiros ficaram debaixo d'água também na capital, Lima.

#Crime #Casos de polícia