As estatísticas revelam que nos dias de hoje a violência tem crescido. Também mostram que umas violências que mais aumentam é a praticada dentro do próprio lar entre pessoas da mesma família.

Nesta quinta-feira (25), um caso ganhou destaque na mídia brasileira. Uma avó foi autuada em flagrante delito por ter agredido a neta, uma criança de apenas 6 anos de idade. Tudo aconteceu no município de Amélia Rodrigues, interior da Bahia. Segundo o boletim de ocorrência, além da #agressão, a mulher também teria queimado as mãos da criança com uma colher quente.

De acordo com informações da Polícia Civil, a avó agressora foi identificada por Rozilda Lima Ramos, de 45 anos, que foi presa por volta das 16h de quinta-feira, em uma residência.

Publicidade
Publicidade

O delegado Idelfonso Monteiro informou que determinou a prisão da agressora após uma denúncia enviada ao Conselho Tutelar do município.

“Enviei imediatamente uma equipe para o local onde supostamente encontrava-se a agressora. Lá encontramos apenas a criança com as mãos queimadas. A agressora só foi encontrada nove horas depois das buscas em vários lugares onde costuma frequentar. Assim que a encontramos, foi dada a ordem de prisão a mesma, que não reagiu e foi trazida até a delegacia do município”, afirmou o delegado.

Na delegacia, Rozilda prestou depoimento, confessou a autoria das agressões contra a neta e também contou o porquê de ter queimado as mãos da criança com uma colher quente. “Eu queimei as mãos dela como forma de castigo para que ela aprendesse a nunca mexer naquilo que não a pertencia.

Publicidade

Todo o castigo era aplicado como forma de educação, fui criada assim e aprendi a nunca mexer no que é dos outros e nem por isso eu incrimino a minha mãe”, afirmou a Rozilda ao delegado. A menina foi levada a um posto de saúde para que os ferimentos nas mãos fossem tratados.

A acusada responderá na Justiça pelo crime de tortura e poderá ficar presa de quatro a dez anos. O caso chocou a cidade. Na internet, dividiu opiniões. Algumas pessoas acharam um verdadeiro absurdo o ato praticado pela avó. Outras internautas condenaram a atitude de Rozilda, mas não concordaram com sua prisão. Os familiares da vítima não quiseram comentar o ocorrido.

E você, o que acha da atitude dessa avó em agredir e queimar a mão da própria neta como forma de punição e “educação”? Deixe seu comentário logo baixo, ele é muito importante e nos ajuda a sempre estar trazendo assuntos relevantes e que ganham destaque na mídia nacional e internacional. #perversidade #Bahia