Uma notícia para lá de estranha surgiu na semana passada e continua dando o que falar. Luciano Huck quer ser presidente da República? Apesar de não ter oficializado uma candidatura oficial nas próximas eleições de 2018, muitas pessoas já questionam se o apresentador "bonzinho" teria chances de tomar a faixa presidencial de Michel Temer (PMDB) e comandar o país.

O apresentador, casado com a loira Angélica, é muito popular entre os mais pobres e isso não é mentira. Após diversas ações para beneficiar pessoas que precisam, em quadros assistencialistas em seu programa, Huck tem chamado a atenção do público e chegou a sair na lista dos mais votados, divulgada na imprensa.

Publicidade
Publicidade

O fato, é claro, causou murmurinho entre sites especialistas em notícias sobre a vida dos famosos e artistas, uma vez que #Luciano Huck não faz questão de esconder sua proximidade com o mundo político.

Quem não lembra das eleições de 2014, quando o apresentador milionário apoio claramente o candidato Aécio Neves (PSDB), que disputava a cadeira no Planalto com a candidata do PT, Dilma Rouseff. Aécio não chegou a ganhar, mas ficou numa diferença de poucos décimos de vencer Rouseff nas eleições presidenciais. Na época, vídeos e fotos mostrando a apuração dos votos da eleição na casa de Aécio expôs Luciano Huck e outros famosos marcando presença na sala de estar do político.

Com a proximidade das eleições, os boatos de que ele deseja assumir o poder e governar o país reacenderam. Luciano não fala sobre o assunto, mas tem sido "investigado" há bastante a respeito.

Publicidade

De acordo com a pesquisa divulgada na imprensa, ele está em último lugar para o cargo, mas já começa a empatar com o atual governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB). Mesmo não tendo nenhuma atuação na política, o DataFolha mostra que os brasileiros se importam com um nome conhecido para tomar decisões que afetam a vida de todos.

A simulação mostra que entre 10 possíveis candidatos ao cargo de Chefe de Estado os dois aparecem tecnicamente empatados com 3% nas intenções de voto.

Por outro lado, candidatos como João Doria, Aécio Neves, Ciro Gomes e o juiz Joaquim Barbosa, do STF, estão também empatados com 5%. Uma figura que surpreendeu nos últimos anos também pela popularidade por conta das ações de investigação no caso da Operação Lava Jato é Sérgio Moro. O magistrado tem 9% das intenções.

O candidato da Direita, o militar Jair Bolsonaro, que atualmente trabalha em Brasília como deputado federal, empatou com Marina Silva na segunda colocação, com 11% as intenções.

Ao que parece, segundo a pesquisa, quem poderá levar a presidência de novo é Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que já apresenta na estimativa 29% dos votos dos brasileiros. #Globo #Presidente