Quais são os 50 desafios do 'Baleia Azul'? Essa é apenas uma das perguntas que adolescentes estão fazendo em pesquisas do Google. O motivo é o pior possível. Recentemente, o 'Baleia Azul' provocou uma tremenda dor de cabeça em milhares de pessoas no Brasil e no mundo. Há informações de mortes que estariam ligadas ao "jogo do suicídio" em diversas partes do planeta, como na Rússia, onde pelo menos 100 pessoas teriam falecido.

Ação forte diante de problema importante

Isso tem feito as autoridades investigarem e tentarem encontrar os verdadeiros culpados em torno da brincadeira do mal. Agora pelo menos o Ministério Público estaria mais perto em resolver esse mistério.

Publicidade
Publicidade

A entidade diz, por exemplo, que pelo menos três mortes que podem estar envolvidas com o 'Baleia Azul' estão sendo investigadas. Com isso, certamente, os possíveis "curadores" estão cada vez mais perto.

Verdade dita aos pais impressiona

A decisão da justiça, como mostram reportagens da mídia, acontece depois que, apenas em Pernambuco, sete casos que podem ter relação com o jogo, acabaram virando alvo de inquérito da polícia. Três jovens morreram e é a partir dessas mortes que toda a investigação do Ministério Público (MP) local começou. Além de apurar os casos, a entidade decidiu dar uma bronca nos pais, expondo a eles que certa responsabilidade do que acontece com os filhos é deles também. O órgão pede que pai e mãe de adolescentes passem a olhar periodicamente os celulares de seus filhos, como também suas páginas na internet, como no Facebook.

Publicidade

Chamando também atenção para os problemas de participar do 'Baleia Azul'

No comunicado, o MP lembra também que quem passa pelo chamado "jogo do suicídio" pode ter sérios problemas psicológicos e que pode receber ameaças dos "curadores" do jogo. Essa é a principal queixa de quem tenta sair das armas dos "curadores". Mesmo desistindo de continuar no game, eles são perseguidos e são instruídos a continuarem brincando e participando dos chamados "50 desafios". Entre eles, estão andar no alto de um telhado e assistir a horas de filmes aterrorizantes. O último dos desafios é o mais severo e triste de todos, tirar a própria vida.

Serviço: contra pensamentos tristes e práticas suicidas existe o trabalho, aqui no Brasil, do Centro de Valorização da Vida (CVV). A entidade atende gratuitamente pelo telefone 141. O trabalho pode ser feito de qualquer parte do Brasil. #Crime