Infelizmente, a violência é parte do cotidiano de grande parte dos brasileiros, mas quando ela atinge cidades pequenas e é praticada contra jovens e adolescentes, ainda causa espanto e indignação. Foi o que aconteceu em um vídeo que circula nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens instantâneas, onde uma adolescente é brutalmente espancada, quando saía de casa para ir para a escola.

A cena chocante aconteceu na pequena cidade de Nova Alvorado do Sul, que fica a pouco mais de 100 km da capital, Campo Grande (Mato Grosso do Sul), e chamou a atenção pela violência e pela crueldade das agressões, já que a vítima só parou de ser espancada quando desmaiou.

Publicidade
Publicidade

A jovem foi encaminhada ao hospital e já recebeu alta médica, apesar da violência dos golpes e dos chutes que levou na cabeça.

Uma onda de protestos se instaurou nas redes sociais e o vídeo rapidamente se tornou um viral, com milhares de compartilhamentos e de opiniões sobre o fato lamentável, principalmente por ser um exemplo típico da violência entre adolescentes, tão comum nos dias de hoje e que preocupa pais, educadores e autoridades.

Polícia afirma que episódio foi motivado por vingança

O delegado da cidade, Roberto Duarte Faria, responsável pelo caso, afirmou aos veículos de imprensa que a agressão foi motivada por vingança, já que, alguns dias antes, uma das suspeitas teria tido uma discussão com a vítima, que sofreu uma verdadeira emboscada quando deixava sua casa em direção à escola.

Publicidade

Segundo o delegado [VIDEO], as pessoas que assistiram ao espancamento também podem ser indiciadas, já que presenciaram a cena e, além de não prestarem socorro, ainda incentivaram a continuidade da agressão. Ele ressalta ainda que por se tratarem de adolescentes, estão sujeitas apenas às punições impostas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, e que a certeza da impunidade entre essa faixa etária acaba incentivando os jovens a cometer esse tipo de ato. Faria acredita que até a próxima segunda-feira (15) o inquérito será encerrado e encaminhado para a Justiça.

Além dos motivos citados pelo delegado, o fato desse tipo de agressão repercutir rapidamente nas redes sociais também acaba servindo como estímulo, e cada vez mais esses episódios se tornam corriqueiros nas grandes e pequenas cidades do país. Isso demonstrando que ainda há muito o que evoluir em relação aos direitos humanos e o respeito pela vida. Brigas na escola entre adolescentes, sempre aconteceram, mas gravar a agressão e postar na internet parece ser o verdadeiro motivo por trás das discussões entre os jovens. #BrigaEmEscola #NovaAlvoradaDoSul #Crime