Todo e qualquer tipo de #Crime é comum deixar as pessoas surpresas e tristes. No entanto, alguns casos conseguem se sobressair, entre tantos crimes que acontecem diariamente.

Em um caso revelado nesta sexta-feira (19), uma mulher, que sofre de uma doença chamada estrabismo, é suspeita da morte de um homem. No entanto, o que chocou ainda mais neste crime foi o fato da mulher ter matado o homem errado.

O fato da suspeita ter assassinado o homem errado se deve a doença que a mesma enfrenta desde que nasceu. O estrabismo é uma deficiência na visão, que deixa a pessoa #vesga. Além de ser estrábica, a mulher também não enxerga muito bem.

Publicidade
Publicidade

Aos 59 anos, a vitima morreu injustamente, assassinado por Leonice, de 23 anos.

O caso aconteceu em um bar na cidade de Goiânia, capital de Goiás. A mulher não teria agido sozinha no crime, seu irmão, que também foi detido, é suspeito de ter participado da ação.

O crime aconteceu durante uma briga, em que a mulher discutia com uma terceira pessoa. No entanto, sua dificuldade em enxergar acabou atrapalhando seus planos, fazendo assim a moça atirar na pessoa errada. Dannilo Protto, delegado que investiga e acompanha o caso, confirmou que a vítima, identificada como José Paixão, morreu por engano.

O crime,teria sido cometido por ciúmes por parte da moça. Seu ex-namorado estaria com uma outra mulher nesse mesmo bar. Após sentir ciúmes da situação, ela teria começado a discutir com a acompanhante de seu ex-parceiro.

Publicidade

A discussão rendeu uma briga, e Leonice teria apanhado. Foi então que ela decidiu deixar o bar e ir embora.

Após sair do bar, Leonice tramou uma vingança que colocaria em prática quando voltasse. No entanto, tudo deu errado.

Segundo testemunhas que estavam no momento do crime relataram, Maico Douglas, de 26 anos, irmão de Leonice, teria ajudado na trama. Os dois acusados podem pegar até 17 anos de prisão. Tudo aconteceu no dia 11, mas a notícia do caso só se espalhou agora.

Casos que envolvem ex-parceiros são cada vez mais comum na mídia. Muitos acontecem por ciúmes, outros por vingança, por exemplo, ao serem traídos, e existem aqueles que matam até mesmo por dinheiro.

Até mesmo famosos já viraram notícia na mídia por terem assassinado seu ex-companheiro. O caso do goleiro Bruno foi um dos que mais chocou o país, quando o goleiro do grande time de futebol brasileiro Flamengo matou Eliza Samudio ,com quem teve um relacionamento rápido e um filho. #2017