Infelizmente, muitos crimes acontecem todos os dias contra crianças e adolescentes. Nesta terça-feira (23), um deles acabou terminando bem. Um pedófilo de 47 anos acabou sendo preso. Ele estava assediando uma menina de apenas 9 anos e, por sorte, o pai dela mexia em sua redes sociais. Foi esse monitoramento que fez com que descobrisse o tipo de mensagem que o homem mandava para a garota. Por questões de segurança, nenhum dos três envolvidos nessa situação tiveram os seus nomes revelados pela polícia. O pai da vítima entrou em contato com a polícia e juntos decidiram marcar um encontro na região de Várzea Grande, bairro da capital do Mato Grosso, a cidade de Cuiabá.

Publicidade
Publicidade

Pedófilo confirma que queria 'namorar' criança

Em entrevista ao G1, o delegado do caso, Cláudio Alvarez, revelou que o pedófilo foi preso em flagrante e não mentiu sobre o que fazia. Ele confirmou todas as mensagens criminosas que enviava à menor de idade. O conteúdo perverso e aterrorizante era enviado através do aplicativo WhatsApp. Cláudio explica que o pai da garota estava desesperado e que não sabia como agir. Ele procurou a polícia solicitando algum tipo de ajuda diante do tema. O pai informou aos agentes da lei que o criminoso cantava sua filha e que os dois estavam marcando um encontro no motel. O delegado disse que, a fim de prender o homem em flagrante, o estupro foi interrompido no último instante.

Alerta aos pais diante de crimes de pedofilia na internet

O caso serve de alerta às famílias e mostra como é a constante abordagem de criminosos com crianças, que, cada vez mais cedo, já lidam com o mundo online.

Publicidade

O criminoso, inicialmente, começou a conversa com a garota pelo Facebook. Conforme ganharam amizade, ele quis o telefone celular da garota e, não demorou muito, os assédios começaram. O criminoso, inclusive, solicitava imagens da menina completamente nua.

Detalhes chocantes de crime contra criança

O bandido teria insistido - diversas vezes - em marcar um encontro com a filha do pai desesperado. Ele ainda fez solicitações à garota, a fim de procedimentos que deveriam ser tomados. O primeiro era que ela tomasse um remédio anticoncepcional da mãe, evitando uma possível gravidez. Ele ainda quis que a menina fosse até o seu encontro sem usar sua calcinha.

Prisão em flagrante

Nas conversas, que foram disponibilizadas pela polícia, o homem pedia que a menina não deixasse que a mãe dela visse as mensagens no celular. O homem marcou o encontro perto de onde a garota morava. A polícia fez a prisão, assim que ele parou com o veículo no local. #Crime