Três adolescentes, dois de 16 anos e um de 13, armados com faca, cometeram crimes bárbaros em Uruçuí, no Piauí, na noite de terça-feira (2). Eles estupraram uma menina grávida de 15 anos, degolaram o seu namorado, de 19, e jogaram o corpo em um rio da cidade.

A violência da ação chocou não só a pequena cidade do interior do Piauí, mas todo o Brasil. A polícia procura agora imagens que teriam sido feitas pelos criminosos no momento em que degolavam o rapaz de 19 anos.

O crime

A ação dos criminosos aconteceu na noite de terça-feira (2). Segundo o delegado Bruno Ursulino, o casal foi abordado pelo trio de adolescentes por volta da meia-noite, quando atravessavam a ponte que liga Uruçuí, no Piauí, a Benedito Leite, no Maranhão.

Publicidade
Publicidade

No momento da abordagem, Flaviano da Silva Mariano, que foi degolado, teria entrado em luta corporal com os criminosos. Em seguida, ele e a namorada grávida foram levados a um matagal.

Lá, ela foi estuprada e viu o seu namorado ser degolado pelo trio criminoso. O corpo foi jogado no rio Parnaíba e foi encontrado por pescadores na manhã de quarta-feira (3), por volta das 09h30.

Após o estupro, a jovem foi liberada pelos estupradores e procurou ajuda policial. Dois adolescentes foram encontrados pela polícia e o terceiro foi levado pelo próprio pai à delegacia na manhã de quarta-feira (3). Os três confessaram o #Crime.

A ficha criminal do trio é extensa. Segundo o delegado Bruno Ursulino, somente um deles tem mais de dez passagens pela polícia por assaltos, roubos, tráfico de drogas e tentativa de homicídio.

Publicidade

Este adolescente informou ao delegado que veio com os amigos de Benedito Leite, no Maranhão, e quando viram o casal na ponte decidiram roubar. A intenção inicial era arrombar casas e praticar outros delitos em Uruçuí.

A polícia está à procura dos aparelhos celulares dos criminosos para recuperar as imagens que teriam sido feitas. Uma das intenções das autoridades é evitar que as imagens vazem e cheguem à internet.

Os adolescentes apreendidos permanecem na delegacia de Uruçuí e devem ser encaminhados ao Conselho Tutelar. A Defensoria Pública do Estado vai ouvir os menores.

A garota grávida será encaminhada Samvis, que dá apoio a mulheres vítimas de violência sexual, em Teresina, capital do Piauí, e passará por diversos exames.

A sociedade espera que haja punição e que a morte cruel de um rapaz de 19 anos e o estupro de uma menina de 15 anos, grávida, não fiquem impune. #assassinato #Uruçui