Neste sábado (13), um ônibus que levava o time sub-17 do clube carioca Vasco da Gama tombou quando descia a serra de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. De acordo com informações do jornal carioca Extra, o acidente ocorreu por volta das 15h, deixando 22 pessoas feridas, incluindo os jogadores. Alguns tiveram lesões graves. Os 22 feridos teriam sido atendidos no Hospital Municipal Dr.Celso Martins. O caso do atacante Douglas Carvalho, de 17 anos, é o que mais preocupa. Isso porque ele fraturou o maior osso do corpo humano, o fêmur. Para tentar diminuir o dano, Douglas estava passando por uma cirurgia, no momento que a matéria do Extra foi publicada.

Publicidade
Publicidade

Além dos jogadores do time, a comissão técnica do clube carioca também teve os seus membros feridos. O ônibus do Vasco da Gama tomou na altura do Km 54.

Em entrevista ao jornal carioca Extra, Adriano Franco, administrador do Hospital Municipal que recebeu os atletas, afirmou que vários jogadores estavam ainda sendo atendidos pelos médicos e recebendo medicamentos. Outros já estão sendo levados para unidades de saúde do Rio de Janeiro. No entanto, doze pessoas ainda estariam no hospital de Nova Friburgo. Ainda não há detalhes de como o #Acidente ocorreu. Bombeiros que trabalharam no resgate disseram apenas que, antes de tombar, o ônibus bateu em um caminhão. O tombamento eclodiu próximo à cidade de Cachoeiras de Macacu, que faz divisa com Nova Friburgo. Em entrevista ao Extra, Ricardo Vasconcelos, que trabalha na assessoria do time, explicou que estava indo até ao hospital quando a reportagem ligou para ele.

Publicidade

O objetivo dele é fazer um acompanhamento mais de perto da equipe.

O Extra ainda procurou a empresa que administra a rodovia onde a tragédia aconteceu. Essa teria dito que, aparentemente, o problema para que o acidente acontecesse foi a falta de freio do ônibus que, na descida da serra, não conseguiu parar a tempo antes de bater no caminhão. O jornal carioca publicou fotos preocupantes do acidente, que mostram o coletivo com o emblema do time ocupando metade das duas vias. Por conta do acidente, a concessionária da pista enviou diversas equipes com o objetivo de salvar vidas e efetuar o socorro. Isso fez com que fosse necessário que o tráfego ficasse fechado por pelo menos 30 minutos.

No ano passado, um acidente envolvendo o time da Chapecoense chocou o Brasil e o mundo. O avião que levava o time para Medellín, na Colômbia, caiu e matou 71 pessoas.