Um #Vídeo com um #Crime horrendo está circulando no WhatsApp e sendo compartilhado milhares e milhares de vezes. A polícia Militar (PM) chegou até o assassino depois de ter acesso às imagens do crime que viralizaram nas redes sociais. De acordo com o portal de notícias online G1, o crime aconteceu na terça-feira (16), na cidade de Itapevi, localizada na Região Metropolitana de São Paulo [VIDEO].

Nas imagens que circulam pelo WhatsApp, é possível ver o criminoso, identificado como Lucas Mateus Batista Santos, de 20 anos, estrangulando outro homem até a morte. A vítima aparentava ter a mesma idade de seu algoz.

Local do crime

Com as imagens em mãos, a polícia conseguiu identificar o local onde o crime foi cometido [VIDEO] e, assim, chegou até a casa do assassino que fica localizada próxima à Rua Pedro Valadares, no bairro Vitápolis, em Iatapevi.

Publicidade
Publicidade

Depois de matar o jovem, Lucas jogou o corpo dele em um ribeirão que fica próximo a sua residência.

Assassino confesso

Em um outro vídeo gravado por agentes já na delegacia, Lucas confessa que matou o rapaz estrangulado. Ele disse que discutiu com a vítima e que o matou para dar a alma dele para o demônio. “Comecei gritar, falar exu da morte, tiriri, essa alma é para vocês, me deixa em paz. Aí depois eu enforquei bastante ele”, afirmou Lucas.

Em outro trecho da confissão ele revela que depois que a vítima parou de respirar ele decidiu jogar o corpo no rio, foi então que ele amarrou uma pedra nas costas do homem, o enrolou em um lençol e depois o atirou no córrego. Porém, ainda de acordo com Lucas, o corpo não desceu pelo rio, então ele entrou na água e o empurrou. “Aí eu pulei dentro do rio e empurrei ele, como se fosse uma canoa.

Publicidade

Joguei, ele foi devagarzinho, e eu entreguei pros exus a alma dele.”

A frieza do assassino ao contar os detalhes do crime é impressionante. Veja o vídeo aqui:

Atenção: As imagens deste vídeo não são recomendadas para pessoas sensíveis.

Lucas Mateus já tem passagem pela polícia por crimes como furto e roubo. Ainda não se sabe ao certo qual seria a motivação do crime, mas as investigações seguem várias linhas, inclusive que pode ser algo que tenha relação com magia negra.

Outra hipótese também é a de vingança. A polícia apurou que a vítima teria se desentendido com uma mulher amiga de Lucas e usuária de drogas. A mulher teria se queixado com Lucas a respeito da vítima que resolveu se vingar.

Em entrevista concedida ao G1, o tenente Gustavo Morales, do 20º Batalhão da PM, relatou que “o assassino disse que matou o rapaz porque estava devendo uma alma para o demônio.” #Casos de polícia