Infelizmente, crimes acontecem todos os dias em todo o território nacional. É comum que ações fortes sejam destaque no noticiário, especialmente, das cidades do interior. um caso que aconteceu no município de Nova Alvorado do Sul, localizando a cento e vinte quilômetros de Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul, está dando o que falar e ganhou repercussão nacional. Tudo começou após um vídeo ser publicado na internet e mostrar uma adolescente apanhando de outra mulher até desmaiar. Nesta segunda-feira, 9, em entrevista ao portal de notícias 'Campo Grande News', o delegado do caso, Roberto Duarte Faria, comentou as cenas que chocaram muitas pessoas.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o profissional de polícia da cidade de Nova Alvorada do Sul, a menina das imagens teria sido surrada por vingança. Ele disse que quem teria cometido o #Crime era uma amiga da vítima. As duas teriam discutido há algumas semanas e agora a "amiga" decidiu dar socos, chutes e arrastar a outra pelo meio da rua. Uma terceira pessoa é quem faz as imagens que acabaram viralizando nas redes sociais. O vídeo, extremamente forte e que foi divulgado pelo portal de notícias da região, exibe toda a tortura sofrida pela adolescente. Além dos socos e chutes, ela é humilhada e tem os cabelos puxados.

A agressão apenas parou depois que a garota perdeu os sentidos. Após desmaiar, a adolescente foi levada para um hospital da região. Após ter os seus sentidos recuperados, ela recebeu alta e deu depoimento à polícia.

Publicidade

O delegado insistiu que as duas pessoas que molestam a jovem, tanto a que bate e também a que filma, vão ser autuadas por tentativa de homicídio, ou seja, por ter tentado assassinar a menor de idade. Além disso, o delegado afirma que pelo menos quatro pessoas que assistiam à surra já foram descobertas. Todos eles vão ter que prestar depoimento na delegacia e explicar, por exemplo, porque não tentaram ajudar a menina que apanhava barbaramente.

Nós estamos apurando, pois parece que tinham mais pessoas”, diz o delegado. Já se sabe também que o crime foi premeditado, já que a vítima foi pega saindo da escola. A previsão é que até a semana que vem o caso seja enviado para o fórum da região, já com o indiciamento dos envolvidos. O delegado, no entanto, infelizmente, diz que o mais provável é que as agressoras saiam impunes da situação. Ele afirma que as leis do nosso pais são fracas e é comum nada acontecer com agressores. #Investigação Criminal