Um crime hediondo aconteceu no interior da Bahia, nesta segunda-feira (19), e acabou com uma senhora de 57 anos atrás das grades. De acordo com o portal de notícias do jornal Extra, uma mulher identificada como Maria Margarida dos Santos, de 57 anos, foi presa em flagrante depois de tentar envenenar seus netos, que têm necessidades especiais.

Café da manhã com chumbinho

O crime aconteceu na cidade de Itinga, que fica localizada na Região Metropolitana de Salvador. De acordo com a Polícia Civil, a mulher colocou o veneno para ratos, conhecido como chumbinho, no café da manhã dos dois netos adolescentes, de 11 e 14 anos. Eles são portadores de necessidades especiais.

Publicidade
Publicidade

Os netos viviam sob os cuidados da casa da avó, no bairro Lauro de Freitas, naquela cidade.

Ainda segundo a Polícia Civil, populares acionaram uma equipe da 81ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que prestou o socorro aos adolescentes que estavam passando mal. Eles foram socorridos e encaminhados para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região, onde chegaram em estado grave.

Avó

Maria Margarida dos Santos foi presa e levada para a 27ª Delegacia Territorial (DT). Em depoimento, a avó alegou que não tem mais condições de cuidar dos netos e que por isso decidiu envenená-los. Segundo a mulher, a sua filha, mãe de seus netos, apresenta um quadro de doença mental e que também não tem condições de cuidar dos adolescentes.

A delegada responsável pelo caso, Elaine Laranjeira, titular da 27ª Delegacia, informou que, apesar dos adolescentes terem chegado em estado grave na emergência da UPA, o estado de saúde deles é estável.

Publicidade

Os alimentos servidos para os adolescentes que foram envenenados com chumbinho foram encaminhados para perícia.

A avó das vítimas presa em flagrante por tentativa de homicídio continuará detida e ficará à disposição da Justiça. Não há informações sobre o paradeiro da mãe dos adolescentes.

Venda proibida

O veneno conhecido popularmente como chumbinho tem sua venda expressamente proibida no Brasil. Sua principal função seria como raticida, porém, devido a sua alta toxicidade, ele não é autorizado pela Anvisa para comercialização.

O agrotóxico aldicarbe (carbamato Aldicarb) é um dos preferidos dos contraventores, muito utilizado para cometer assassinatos, suicídios e mortes causadas por envenenamento acidental. Quem ingere o chumbinho, sente forte ânsia de vômito, confusão mental, e, além disso, ele prejudica o sistema imunológico, células e tecidos. #assassinato #vovó #Família