Dois suspeitos foram surpreendidos por policiais militares da região de #Londrina, no Paraná, após uma tentativa frustrada de um assalto na terça-feira (6). Os suspeitos já eram grandes conhecidos da #Polícia. Eles faziam diversos roubos e furtos naquela região.

A dupla tinha a intenção de roubar uma loja de calçados de Londrina, mas o assalto não foi bem sucedido. Segundo informações, os criminosos chegaram em uma moto amarela. Um deles aguardou do lado de fora da loja, enquanto o outro entrou no estabelecimento e anunciou o assalto, rendendo três funcionários que estavam trabalhando.

O criminoso que entrou na loja aparentava estar sob o efeito de drogas, bateu no gerente e pediu para o levar até o caixa da loja, mas não adiantou de nada, pois o estabelecimento havia acabado de abrir e estava sem dinheiro no caixa.

Publicidade
Publicidade

O suspeito que aguardava do ladro de fora entrou na loja e tenta convencer o seu parceiro para ir embora, mas, antes disso, o criminoso trancou os funcionários no banheiro, dando tempo de fugir. Assim que os criminosos fugiram, os funcionários acionaram a polícia e relataram o ocorrido, pois os bandidos se esquecerem de levar os celulares das vítimas. A partir daí, se iniciou uma procura intensa para tentar localizar os assaltantes.

Em menos de 20 minutos, uma viatura pediu prioridade em uma da rua Vila Nossa Senhora, pois havia suspeitos com as características exatas passadas pelas vítimas. Assim, se iniciou uma grande perseguição policial. Logo de imediato, os policiais fecharam uma das faixas da BR-369, no sentido Cambé, que precisou ser bloqueada para tentar parar os indivíduos.

No meio da perseguição, os criminosos largaram a moto em que estavam e roubam uma caminhonete prata, que estava parada em um semáforo.

Publicidade

Já no veículo, o carona fez diversos tiros contra os policias.

A polícia revidou e acertou o criminoso que dirigia com três tiros. O outro ainda tentou fugir, mas foi preso. O suspeito baleado acabou morrendo antes mesmo de ser levado para o hospital.

Já na delegacia, o acusado identificado como Welington da Silva, de 27 anos, contou que não tinha nenhuma intenção de roubar, mas foi persuadido pelo comparsa. O suspeito foi encaminhado para um presídio, onde aguardará o julgamento.

A vítima da caminhonete roubada chegou a ir à delegacia e relatou também que os criminoso foram violentos. Um deles disse que iria matar o idoso se não saísse do veículo. #Brasil