A #Curiosidade pode matar mesmo. Embora seja inerente à racionalidade humana, a curiosidade pode ser bem perigosa, especialmente no trânsito.

Por causa de um #Acidente isolado, somado à curiosidade de motoristas que passavam no local, em uma dia em que o clima também foi mais um fator desfavorável, um gravíssimo acidente ocorreu na BR-277, no km 137,8 da pista sentido Ponta Grossa, a três quilômetros do pedágio, em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, na tarde de terça-feira (6).

Assista ao vídeo do local do acidente:

Primeiro acidente

Conforme a Polícia Rodoviária Federal, depois que um caminhão saiu da pista, motoristas acabaram freando seus veículos por curiosidade, para ver o que tinha acontecido.

Publicidade
Publicidade

O problema é que o clima em Curitiba e arredores estava chuvoso, com neblina e vento. Logo, caminhoneiros que vinham atrás não perceberam que os motoristas haviam reduzido a velocidade de seus veículos. O pior estava por acontecer e ninguém poderia imaginar.

Segundo acidente

Ante o mau tempo e a neblina que cobria a estrada, motoristas que vinham atrás não perceberam o fato e continuaram na velocidade da via. O resultado foi fatal: 13 veículos se envolveram no acidente, que infelizmente deixou 6 #Mortos.

Além dos mortos, há outras cinco vítimas feridas, dentre elas, três mulheres. Até às 22h de hoje, apenas quatro corpos haviam sido encontrados no local do acidente.

A polícia militar estadual tentou socorrer os feridos com a ajuda de um helicóptero. Entretanto, a aeronave não pode ser utilizada em face da neblina que assolava o local.

Publicidade

A identidade das vítimas ainda não foi confirmada. Não há previsão de liberação da pista, em virtude do alto risco de explosão.

Terceiro acidente

Uma grávida que estava em um dos veículos acometidos pela colisão foi atropelada depois de sair de um caminhão. A mulher temeu que o veículo explodisse e acabou atropelada por um carro. Ela foi socorrida com ferimentos moderados e encaminhada ao hospital mais próximo, situado na cidade de Campo Largo, também na Região Metropolitana de Curitiba.

O resgate ainda trabalhava no local, a fim de encontrar mais vítimas ou corpos, em vista da gravidade e da violência do acidente, além da quantidade de veículos envolvidos.

Fica o alerta: não é recomendável parar o veículo ou reduzir a velocidade (a não ser que seja inevitável) ao presenciar acidentes, especialmente em vias cuja velocidade é alta, como no caso da BR-277.