Vania Rocha é uma auxiliar de limpeza de origem humilde, que nos últimos dias teve sua vida em uma completa reviravolta. Ela é mãe do adolescente que ficou conhecido como 'ladrão tatuado'.

O garoto, de 17 anos de idade, foi "torturado" por dois adultos que tatuaram uma frase na sua testa após alegada tentativa de roubo e invasão de domicílio por parte do menor.

Amarrado e tatuado por Maycon Wesley Carvalho dos Reis, tatuador de profissão e Ronildo Moreira de Araújo, seu vizinho, o garoto está sofrendo graves danos psicológicos e físicos.

Vania Rocha, em desabafo, disse que o filho não é um boi ou outro animal, ele não é um bicho, declarou a mãe desesperada com a terrível situação a que o jovem foi sujeito.

Publicidade
Publicidade

Mãe implora ajuda

Vania declarou ao G1 que seu filho estava desaparecido desde o dia 31 do mês passado, que agora ele precisa de uma cirurgia para remover a tatuagem na testa, e começar a recuperação física e psicológica, e também disse que quer justiça contra os agressores, mas a família da vítima é extremamente pobre.

Vania conta ainda que não conseguiu assistir o vídeo na íntegra, postado pelo tatuador nas redes sociais. No início do vídeo o homem aparece amedrontando o rapaz, que está claramente desesperado. Após um corte de edição, o tatuador aparece escrevendo algo na testa do menino com a máquina de #Tatuagem e, após outro corte no vídeo, aparece a frase tatuada na testa do menino.

Apesar da declarada dependência química por parte do garoto, ele é considerado um bom menino pelos familiares e moradores do bairro onde reside, em São Bernardo do Campos.

Publicidade

Vania, a mãe, diz que espera conseguir tratar o problema da dependência do filho e implora por ajuda, pois garante que não tem condições de pagar os tratamentos necessários.

Ajuda da web

Comovidos com o problema e a terrível situação a que o rapaz foi submetido, internautas já se mobilizaram para fazer uma vaquinha online com o intuito de pagar a cirurgia e ajudar a família de Vania a custear o processo para levar o caso na justiça. Até agora a arrecadação tem sido um sucesso, já se reuniu uma quantia bastante considerável.

Mas, se por um lado a opinião geral é contra os agressores, também há quem esteja tomando o partido do tatuador. Vaquinhas online para ajudar a pagar a fiança do suspeito de #Crime e até mesmo para pagar a tinta utilizada na tatuagem também já foram criadas.

E você, o que achou deste caso? Concorda com a atitude do homem que não teve pena ou misericórdia de um adolescente problemático? Deixe sua opinião! #São Bernando do Campo