Um balão de proporções gigantescas foi apreendido na manhã deste domingo (25), na cidade de #Campinas, no interior de São Paulo. No Rio de Janeiro, houve o registro de pelo menos duas apreensões. O ato de soltar balões é crime e, nesta época do ano, a polícia aperta o cerco aos baloeiros, porque a atividade é mais intensa.

O balão apreendido em Campinas tinha estrutura de 40 metros de comprimento, o que equivale a um prédio de apartamentos de 14 andares. O objeto voador caiu em uma empresa perto do Aeroporto Internacional de Viracopos e foi apreendido pela Polícia Militar Ambiental.

O suposto proprietário do balão, que tentava fazer o resgate da estrutura, foi detido e encaminhado para a 2ª Delegacia Seccional de Campinas.

Publicidade
Publicidade

Ele foi solto após pagar multa de R$ 7,5 mil.

Segundo informações do portal G1, o balão foi apreendido durante patrulhamento na região do Bairro Universitário, por volta das 9h30.

O material apreendido inclui uma cangalha, que é uma parte de ferro usada para carregar fogos de artifício dentro do balão. Havia também uma bandeira, que deixava o balão ainda maior. Segundo a polícia, todo o material será destruído.

Soltar balões é crime

Pessoas envolvidas na fabricação, venda, transporte ou soltura de balões são consideradas criminosas, já que o ato de soltar balões é crime. Segundo a polícia, a pena para esse tipo de delito pode variar de um a três anos de prisão, e multa de até R$ 7,5 mil.

Há pouco menos de uma semana, a Polícia Ambiental já havia promovido a #Operação Balão, em regiões próximas aos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, Cumbica (Guarulhos) e Viracopos, em Campinas.

Publicidade

O trabalho resultou na apreensão de 7 balões, 2 carros e uma motocicleta. Também foi fechada uma fábrica de balões em Campinas e efetuadas as prisões de 8 pessoas, dentre eles um menor. As multas aplicadas aos infratores chegaram ao total de R$ 40 mil.

No Rio de Janeiro, a Polícia Militar também vem apertando o cerco aos baloeiros e realizando várias campanhas de conscientização. A corporação tem usado as redes sociais para divulgar as ações de prevenção e orientação à população quanto aos perigos da soltura de balões, que pode causar incêndios.

Veja um dos tweets da campanha:

Só neste domingo (25), a PM do Rio divulgou a apreensão de dois balões. O primeiro foi apreendido na Zona Oeste da cidade, no bairro Campo Grande. O objeto voador tinha 6 metros de comprimento e uma bandeira de 5 metros.

Publicidade

A outra apreensão ocorreu em Maricá, no bairro Recanto. Não foram divulgadas informações mais detalhadas sobre o material apreendido.

Baloeiros continuam desafiando os policiais

A ousadia dos baloeiros é grande e eles continuam desafiando a polícia, ao soltar balões. No YouTube, é possível encontrar vídeos que mostram desde tutoriais de como se montar um balão, até mesmo a grupos organizados soltando e resgatando balões.

O vídeo a seguir mostra a preparação e soltura de um balão de 2,5 metros, na cidade de Santo André, no Grande ABC. O vídeo foi postado pelo canal Turma da Bagunça na última quinta-feira (22). No canal é possível assistir a vários vídeos em que os baloeiros desafiam a polícia soltando esse tipo de objeto voador que pode provocar incêndios em áreas residenciais e rurais.

#balão gigante