Um caso muito estranho e triste está sendo investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal. Uma mulher de 23 anos saltou de seu apartamento no quarto andar de um prédio localizado na cidade satélite de Taguatinga, Distrito Federal, para fugir das agressões do marido.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Raimundo Vanderly, da 21ª Delegacia de Polícia de Taguatinga, na última segunda-feira (29) o marido da vítima estaria assistindo vídeos eróticos no computador em casa quando achou ter visto sua esposa estrelando um dos filmes. Neste momento, sua mulher já estava dormindo.

A semelhança encontrada pelo marido entre a atriz de vídeos eróticos e sua esposa foi uma tatuagem no braço esquerdo.

Publicidade
Publicidade

Enfurecido, o homem correu para o quarto onde a mulher repousava e antes mesmo dela ter tempo de se defender, começou a agredi-la e acusá-la de ser uma atriz erótica.

As agressões tomaram um volume tão grande que a mulher, sem pensar nas consequências, decidiu se jogar do apartamento no quarto andar, ou seja, cerca de 13 metros de altura, para fugir dos tapas e socos que levava. Na queda, a mulher ficou muito machucada e teve lesões graves na bacia e pernas, o que pode levar, ainda sem confirmação, a perda dos movimentos da cintura para baixo, num quadro de paraplegia.

Ela, que está consciente, relatou que, após as acusações e agressões, o homem foi até a cozinha, pegou uma faca e disse que a mataria. Foi nesse momento que ela tomou a decisão mais difícil de sua vida. Num instinto de tentar preservar sua vida, pulou pela janela.

Publicidade

Os detalhes e requintes de crueldade não param por aí. Mesmo caída e completamente imóvel, o marido ainda desceu e tentou matá-la com a faca, mas foi contido por vizinhos.

O Corpo de Bombeiros chegou rapidamente ao local e encaminhou a jovem ao Hospital Regional de Taguatinga. Ela apresentava ferimentos graves no tímpano e bacia. Por sorte, não corre risco de morte.

Agressor está solto

O delegado ainda relatou que o homem foi detido e prestou depoimento. Autuado por injúria, ameaça e lesão corporal, não ficou preso. Pagou fiança estabelecida de R$ 2 mil e agora está em liberdade. A Delegacia da Mulher também se envolveu no caso e ele responderá pela Lei Maria da Penha. Segundo o delegado, a liberação do homem se deu porque "até então, não havia ciência da gravidade dos fatos", disse Raimundo Vanderly.

Amigos pedem oração

Os amigos da vítima pediram em redes sociais orações em intenção da jovem. Todos esperam que a moça se recupere o mais rápido possível.

Também houve uma indignação muito grande entre familiares, amigos, parentes e também desconhecidos que se revoltaram com o fato do agressor estar solto com o pagamento de uma fiança de R$ 2 mil. #Violência doméstica #atriz pornô #mulher pula pela janela