O caso do adolescente que supostamente teria tentado roubar uma bicicleta e teve a testa tatuada com a frase “sou ladrão e vacilão” foi o assunto do final de semana nas redes sociais. O fato continuou em alta nesta segunda-feira (12), depois que uma notícia importante sobre os homens envolvidos na ação foi divulgada pela Ponte Jornalismo.

De acordo com apuração do site, o pedreiro Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos, que se revoltou com o suposto roubo da bicicleta já cumpriu pena por roubo há seis anos.

Roubo e condenação

No dia 22 de novembro de 2008, Ronildo, à época com 20 anos, participou de um roubo ao lado de um comparsa.

Publicidade
Publicidade

A dupla roubou uma bolsa, contendo objetos pessoais, celular e cartões bancários pertencentes a uma mulher. O local onde o #Crime aconteceu não foi divulgado.

A informação foi apurada pela Ponte Jornalismo junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). Em 2011, eles foram condenados em segunda instância pelo crime que cometeram.

Ronildo foi condenado a cinco anos e quatro meses de prisão pelo roubo da bolsa. Por ser réu primário, o rapaz pode cumprir a pena em regime semiaberto, além de ter sido obrigado a pagar multa.

Esta condenação passada acende uma nova discussão acerca do caso, afinal de contas, Ronildo, que agora tenta fazer justiça com as próprias, em outro momento acabou condenado e preso.

Erros do passado

O ajudante de pedreiro Vando Aparecido Rocha falou com a reportagem da Ponte e desabafou.

Publicidade

Ele é tio do menor que foi abordado em um suposto roubo de bicicleta e acabou agredido por Ronildo e pelo tatuador Maycon Wesley Carvalho, de 27.

Segundo Rocha, o seu sobrinho foi agredido por um homem – Ronildo – que em outro momento de sua vida cometeu um erro maior do que o que supostamente foi cometido pelo rapaz de 17 anos.

“Roubo é uma coisa mais agravante do que o que o meu sobrinho fez”, desabafou Rocha ao saber do crime cometido por Ronildo há nove anos.

Divisão

As redes sociais estão divididas entre aqueles que acham que a atitude de Ronildo e Maycon foi acertada, ao agredir o adolescente de 17 anos flagrado em um suposto roubo de bicicleta e publicar os vídeos e fotos nas redes sociais.

E tem também o grupo que acha que a ação dos dois foi mais criminosa do que a ação do menor, que supostamente tentou roubar uma bicicleta que é utilizada por um deficiente físico para vender balas no farol.

E você, o que acha? Deixe a sua opinião sobre este caso que está sendo notícia em todo o Brasil nos comentários. #policial #Tatuagem