Nesta terça-feira, dia 13 de junho, o #Ministério da Saúde anunciou um novo acordo entre o governo e as indústrias de alimentos, que tem como objetivo reduzir a quantidade de sódio presentes nos produtos. A meta prevista no acordo é retirar 28,5 mil toneladas de sódio dos alimentos industrializados como pães, bisnaguinhas e massas instantâneas.

De acordo o Ministério da #Saúde, o acordo deve ser firmado com a Abia - Associação Brasileira das Indústrias de Alimentos durante os anos de 2017 e 2022.

Acompanhe algumas metas estabelecidas.

Para 2017 a meta é alcançar:

  • Em pães de forma - teor máximo de sódio de 450 mg/100g
  • Em bisnaguinhas - teor máximo de sódio de 350 mg/100g

Para 2018 a meta é alcançar:

  • Em pães de forma - teor máximo de sódio de 420 mg/100g
  • Em bisnaguinhas - teor máximo de sódio de 388 mg/100g
  • Em massas instantâneas - teor máximo de sódio de 1840 mg/100g

Para 2020 a meta é alcançar:

  • Em pães de forma - teor máximo de sódio de 400 mg/100g

Acordos anteriores

A necessidade de se reduzir o teor de sódio presente nos alimentos industrializados tem sido recorrentemente debatida nos últimos anos, tanto que este não é o primeiro acordo que acontece entre o Ministério da Saúde e a indústria alimentícia.

Publicidade
Publicidade

Acordos com o objetivo de diminuir o teor de sódio presente nos produtos industrializados vêm acontecendo gradativamente desde 2011, conforme dados abaixo representados.

Em junho de 2016, o Ministério da Saúde informou que desde o início dos acordos, em 2011, 14.893 toneladas de sódio já foram retiradas de uma série de produtos alimentícios brasileiros, como margarinas, cereais matinais, caldos e temperos. Com a atualização deste balanço, o ministério afirma que entre 2011 e 2017, os números já chegam a 17 mil toneladas de sódio retiradas de mais de 30 tipos de produtos.

Em abril de 2011 - em uma primeira etapa, foram retiradas 1.859 toneladas de sódio de massas instantâneas, pães de formas e bisnaguinhas.

Em Outubro de 2011 - uma segunda etapa promoveu a retirada de 5.793 toneladas de sódio de produtos como batatas fritas, salgadinhos de milho, bolos com e sem recheio, rocamboles, mistura pronta para preparo de bolos cremosos e aerados, maionese, biscoitos salgados, doces e recheados.

Publicidade

Em agosto de 2012 - na terceira etapa do acordo, foram retiradas 7.241 toneladas de sódio de margarinas, cereais matinais, caldos em cubos, caldos em gel, temperos em pasta, temperos para arroz, além de outros temperos.

Em novembro de 2013 - Iniciou-se a quarta etapa do acordo, com a retirada de 2.361 toneladas de sódio presentes em produtos como empanados, hambúrgueres, linguiças (cozina, resfriada, frescal) mortadela, presuntaria, queijo mussarela, requeijão cremoso, salsicha, sopas instantâneas individuais e sopas no geral.