Na última semana, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), fez uma ação higienizadora na #Cracolândia, localizada no coração da cidade. Os agentes chegaram expulsando comerciantes e usuários de drogas do local, e Doria tentou até aprovar uma liminar na Justiça para que a Prefeitura pudesse internar alguns usuários de forma compulsória.

A ação do prefeito foi criticada até por órgãos internacionais, como a ONU (Organização das Nações Unidas), e a secretária de Direitos Humanos, Patrícia Bezerra, pediu demissão após a ação descontrolada do político dar completamente errada. Pouco tempo depois que Dória esvaziou a Cracolândia, vários outros pontos de transeuntes que consomem e vendem drogas se formaram em outros locais na maior capital da América Latina.

Publicidade
Publicidade

Além de todos os problemas que a expulsão dos dependentes químicos feita por João Dória causou, uma notícia veio à tona nos últimos dias depois que a higienização do prefeito aconteceu. Para espanto de muitas pessoas, o irmão de Suzane von Richthofen foi encontrado junto a outros usuários no momento em que a Cracolândia foi ocupada por forças policiais.

Quando seus pais foram mortos, Andreas Alberto von Richthofen tinha apenas 15 anos de idade e atualmente está com 30 anos. O homem foi capturado após tentar pular o portão de uma residência logo após a operação que resultou na detenção de alguns usuários e do fechamento de vários estabelecimentos que ficavam na Cracolândia.

O homem disse às autoridades que estava pulando o portão da casa de um de seus tios. Quando os agentes da Prefeitura souberam de quem se tratava, os agentes ofereceram um programa de internação para Andreas.

Publicidade

Ele estava confuso e desorientado, assim como dezenas de usuários que foram surpreendidos pelas forças policiais enviadas por João Dória ao local considerado um problema social a céu aberto. O irmão de Suzane está internado no Hospital do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo.

Após seus pais serem mortos, toda a fortuna do casal ficou para Andreas, que parece ter sofrido em sua vida após sua família ser alvo de uma tragédia que comoveu todo o Brasil. Presa desde que ajudou seu ex-namorado a matar seus pais enquanto eles dormiam, em 2002, Suzane von Richthofen foi parar em todos os noticiários.

A então adolescente matou os pais com a ajuda dos irmãos Cravinhos, sendo namorada de um deles na época. De uma família de aristocratas alemães, a jovem resolveu assassinar os pais após eles se oporem ao seu relacionamento com Daniel Cravinho. #SuzaveVonRichthofen #AndreasVonRichthofen