Nesta segunda-feira, (5), o Tribunal de Justiça de São Paulo divulgou sentença condenando Lírio Parisotto a um ano de detenção pela agressão à atriz e ex-modelo Luíza Brunet. A fonte dessa informação é a revista Veja. Segundo a publicação, quem pronunciou a condenação do empresário foi a juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, que determinou ainda que o réu permaneça dois anos sob vigilância.

Lírio Parisotto também terá a obrigação de servir a lei com ofícios comunitários durante 12 meses. Luíza Brunet comentou sobre a sentença à revista. Ela disse que nos últimos meses aprendeu mais sobre a palavra solidariedade, que recebeu mensagens de força e carinho com enorme força tanto dos homens quanto das mulheres.

Publicidade
Publicidade

A ex-modelo revelou que teve dificuldade em se expor e que também não será fácil apagar as marcas emocionais que a violência deixou nela e que foi motivo de vergonha e medo, mas a sentença desta segunda-feira significa força e uma grande certeza de seguir no combate contra a violência às mulheres. Luiz Brunet afirma sentir-se orgulhosa por ter tido a coragem de ficar ao lado da verdade.

A atriz comemorou a vitória em suas redes sociais dizendo que, não tem palavras para dizer o que significa os seus sentimentos perante o fato. Ela reconhece que a vitória a deixou realizada, por estar vivenciando uma sensação de ter ido pelo caminho certo e por sentir o seu coração pacificado.

Ela afirmou que não foi fácil se expor e muito menos conviver com a violência. Mas a vitória obtida não pertence somente a ela, pois, tem a consciência que existem muitas mulheres na mesma condição esperando pelo funcionamento da Justiça.

Publicidade

Luiz Brunet fez um apelo para que se use e acredite na #LEI MARIA DA PENHA, pois, assim conseguirão mudar a situação tão dolorida de muitas que estão precisando e imensas que não chegue a precisar. No final do seu relato comovente, ela agradeceu a todos pelo carinho e força.

Luíza acredita que Lírio recorrerá da sentença, pois, o advogado do empresário, Celso Vilard, informou a Veja que das três acusações feitas por ela, duas já foram retiradas pelo Poder Judiciário. Segundo ela, a terceira, será artifício de recurso ao tribunal competente e, então, certamente, ele conseguirá na Justiça absolver seu cliente.

Exatamente há um ano, Luíza Brunet acusou o empresário de agressão corporal. Afirmou que ele, além de ter quebrado quatro costelas, ainda lesionou o seu olho esquerdo. #Vitória da Mulher #LuizaBrunet