Recentemente, um caso mexeu com todo o Brasil. Um jovem, de aproximadamente 17 anos de idade, teria roubado uma bicicleta no ABC Paulista e como "punição" acabou tendo uma frase tatuada em sua testa. O rapaz, que tem problemas com drogas, acabou sendo tatuado com a frase 'Eu sou ladrão e vacilão' em sua testa. O gesto, chamado de tortura por muitos, mas que o Ministério Público denunciou como lesão corporal, foi manifestado pelo tatuador e pelo seu vizinho, um pedreiro. Enquanto o tatuador escrevia na testa do homem, o pedreiro filmava tudo. O vídeo, que viralizou nas redes sociais, acabou servindo de prova contra os dois, que agora podem passar vários anos na cadeia.

Publicidade
Publicidade

Após 1ª sessão para retirada, frase 'eu sou ladrão e vacilão' começa a sumir da testa de menor tatuado

Nesta terça-feira (27), segundo informações do portal de notícias G1, a frase, 'Eu sou ladrão e vacilão' começou a ser retirada da testa do rapaz. Ele recebeu o tratamento estético gratuitamente em uma clínica de São Bernardo do Campo. Ela foi uma das instituições que se solidarizou com a história do adolescente, que nega ter roubado a bicicleta de um portador de deficiência, mas que confessa ter problemas com drogas. O menino está em uma clínica de reabilitação, tentando se livrar das substâncias ilícitas. Por isso, todo o transporte do adolescente foi feito com muito cuidado. A previsão é que o jovem passe por pelo menos dez sessões diferentes para a retirada da tatuagem.

Publicidade

A previsão é que uma sessão seja feita pelo menos por mês.

Tatuador e pedreiro estão presos e podem ficar anos atrás das grades

Os responsáveis pela retirada da tatuagem disseram que, para uma primeira sessão, o resultado foi muito bom. Enquanto o adolescente jura tentar começar uma nova vida, o tatuador, identificado como Maycon Reis, e o seu vizinho, de nome Ronildo Moreira, continuam presos. Eles podem acabar ficando mais de 8 anos presos, caso sejam condenados por todas as acusações feitas pelo Ministério Público. O adolescente tatuado na testa está internado desde o dia 13 de junho. Ele chegou a ficar 4 dias desaparecido, pois estava com medo de ser assassinado, devido à tatuagem, vista como uma "marca" da morte.

Veja abaixo uma imagem que mostra o rapaz, após passar por um tratamento estético. Essa é apenas a primeira sessão que ela faz para a retirada da tatuagem, mas ainda assim já dá para ver que a frase 'Eu sou ladrão e vacilão' já está sumindo da testa do jovem.

#Crime #Investigação Criminal