Uma mulher foi presa pelas autoridades por suspeita de participar no estupro de uma menor na cidade de Rondonópolis, a cerca de 218 quilômetros de Cuiabá, capital de Mato Grosso (MT). A acusada de ter cometido o crime é uma mulher de 32 anos, que não teve o seu nome revelado para proteger a identidade da vítima. Para a polícia, ela é a principal suspeita de ter participado do estupro da própria filha, uma adolescente de 13 anos.

Segundo informações da polícia, a mulher filmou e gravou um amigo dela abusando sexualmente da sua filha. O homem que aparece abusando da menor não foi encontrado. Conforme informações divulgadas pela polícia, as investigações sobre o caso começaram após o Conselho Tutelar da cidade ter recebido uma denúncia em anonimato, relatando que uma adolescente tinha sido estuprada com o consentimento da própria mãe.

Publicidade
Publicidade

Por sua vez, os conselheiros foram até a delegacia da cidade e registraram um Boletim de Ocorrência relatando o caso.

Durante o trabalho das investigações, a polícia descobriu que a mãe da vítima concedeu que a filha fosse abusada por um amigo dela. A polícia teve acesso a várias imagens da vítima com um homem, e, como apontam as investigações, as fotos fora tiradas pela mãe da garota. Nas imagens, aparece a vítima seminua junto com o homem em um rio na localidade. O suspeito aparece tocando nas partes íntimas da vítima. De acordo com informações divulgadas por meio de comunicações, no mesmo dia em que as fotos foram tiradas a vítima foi abusada sexualmente pelo homem.

Diante dos fatos, a polícia pediu um mandado de busca e apreensão e prisão preventiva contra a mãe da garota. Com o mandado em mãos, os policiais se deslocaram até a casa da suspeita.

Publicidade

Na residência da mulher, os policiais encontraram aparelhos de telefones celulares com várias fotos da vítima, caracterizando o crime de produzir ou reproduzir cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente. A mulher foi presa e, em seguida, foi levada em uma viatura da polícia até uma delegacia da localidade.

A vítima dos abusos e mais três filhos da suspeita foram levados para o Conselho Tutelar da cidade. Segundo informações divulgadas pela polícia, a mulher vai responder por corrupção de menores e por registrar cena de pornografia envolvendo criança ou adolescente. A polícia da cidade abriu um inquérito e o caso continua sendo investigado. Até o fechamento desta edição, o homem que aparece nas fotos violentando sexualmente a adolescente ainda não tinha sido localizado e nem preso pela polícia. #Casos de polícia