É triste ver a que ponto está chegando o ser humano. A violência tem tomado conta de algumas pessoas e a vida está perdendo totalmente o seu valor. Diariamente, são notícias e mais notícias de crimes bárbaros que chocam a população. Mais um desses crimes chocantes aconteceu na noite desta quinta-feira (14), no Icaraí, Caucaia, em Fortaleza/ CE.

Um #morador de rua foi morto no momento em que dormia. O assassino usou uma chave de fenda para desferir diversos golpes covardemente na vítima. Toda a ação foi flagrada por câmeras de segurança. A polícia conseguiu, através das imagens, ver toda a ação do criminoso, que chegou a sair de perto do corpo, mas depois voltou e desferiu mais golpes.

Publicidade
Publicidade

O homem, identificado como 'Bin Laden', morreu no local do #Crime. Através das imagens, a Polícia Civil conseguiu identificar o assassino. Trata-se de Marcos Brendon Ribeiro, o jovem da imagem acima. A Polícia fez buscas na região, mas sem sucesso, estando o mesmo foragido.

A Polícia já ouviu o depoimento da mãe do assassino. De acordo com a mesma, o filho confessou o crime. Ela disse que seu filho saiu de casa para uma bebedeira e cometeu o crime no momento em que voltava para casa, na madrugada.

Marcos disse para a mãe que no momento em que ele estava passando, Bin Laden havia partido para cima dele. Essa versão é contestada por moradores da região que conheciam a vítima e estão indignados com esse crime bárbaro.

Segundo uma moradora, o morador de rua era uma boa pessoa e não ofendia ninguém da região.

Publicidade

Que ele vivia quietinho naquele lugar, que ali era o mundinho dele. Outro morador relatou que Bin Laden não dirigia a palavra a ninguém, não falava com ninguém.

Outro caso de violência que ganhou repercussão nacional nos últimos dias foi o caso do suposto ladrão de bicicleta que foi pego por dois homens que presenciaram o delito e teve tatuado na testa a seguinte frase: “Sou ladrão e vacilão." Os mesmos fizeram um vídeo enquanto tatuavam o jovem de 17 anos e colocaram nas redes sociais. Esse caso gerou muitos debates, com alguns cidadãos defendendo os dois amigos que fizeram justiça com as próprias mãos e de outro lado pessoas que não concordaram com a atitude dos mesmos.

Houve até uma campanha para arrecadar uma ajuda financeira para que o mesmo possa fazer um tratamento para retirar a tatuagem da testa. Foram arrecadados mais de 15 mil reais. Algumas clínicas particulares até se ofereceram para fazer a remoção da tatuagem gratuitamente. #assassinato