Uma situação polêmica foi flagrada por vídeos e fotos compartilhados na internet na cidade de Itaparica, no Espírito Santo. Uma moradora de rua decidiu ter um dia um bastante inusitado. Ela decidiu tirar toda a roupa e, completamente nua, tomar banho em um chafariz. O fato aconteceu na noite de quinta-feira (1) e, segundo informações da 'Folha de Vitória', muitos moradores teriam ficado revoltados com a situação. Alguns ficaram tão bravos que compartilharam o conteúdo na internet. De acordo com Marcos Gustavo Marujo, um biólogo que estava no local quando tudo aconteceu, a mulher não teria se inibido com um grupo de pessoas que estava na praça.

Publicidade
Publicidade

Ela tirou a roupa ali mesmo e deu um pulo no chafariz, surpreendendo muita gente que estava no local.

Testemunha diz que moradora correu risco de morte

Marcos ainda revelou que sempre existem crianças e outras famílias na região, já que no local há muitos comércios. Ele ainda lembrou que a situação também fazia a mulher correr riscos. Ele lembra que o chafariz tem fios de energia e que a moradora podeira acabar sendo eletrocutada. Segundo a testemunha, não é a primeira vez que situações estranhas acontecem no local. Por isso, a prefeitura da região teria colocado uma pessoa apenas para ficar responsável pela limpeza do local. Marcos diz que já viu animais mortos e até pessoas vomitando no chafariz.

Ele ainda revela que há muitos moradores que vivem em situação de rua na região e que pouco tem sido feito para reverter essa situação.

Publicidade

A situação piora ainda mais na madrugada, quando as pessoas se sentiriam abandonadas com tudo o que acontece, a madrugada, não se vê efetivo da Guarda Municipal", fala Marujo.

Mulher faz sucesso com banho no chafariz

A performance da moradora de rua dividiu opiniões. Alguns falaram que ninguém tinha nada com isso, já que o chafariz não teria nenhum uso e que a cena até era poética. "Deixa a guria tomar banho, esse chafariz nunca foi tão útil", disse um dos internautas, como mostra a matéria da Folha de Vitória. Infelizmente, situações como a vista nessa matéria são comuns em todo o Brasil. Muitas pessoas acabam vivendo nas ruas por muitos motivos. Nem sempre os órgãos públicos fazem alguma coisa. Segundo a prefeitura da cidade, não seria o caso da região. Os órgãos dizem que cadastram os moradores e dão diversos tipos de ajuda social, mas que muitos teriam diversos problemas com bebidas ou psicológicos.

Como essa situação poderia ser resolvida? Deixe o seu comentário. #Crime #Investigação Criminal