Existem casos no Brasil que causam indignação. Enquanto criminosos cometem ações ilícitas e saem impunes, uma trabalhadora foi indiciada por #Furto após cometer um engano ao jantar uma #marmita de uma colega de trabalho. Além disso, a #Mulher foi demitida pela empresa InfoBeleza, franquia de Atibaia, interior de São Paulo.

Para não causar constrangimento, o nome da mulher será mantido em sigilo. Ela estava em seu período de trabalho e uma amiga comentou que deixaria uma marmita para ela jantar durante o horário de lanche. Ao chegar o momento, a trabalhadora viu apenas uma marmita com dois pedaços de pizza. Ela comeu o alimento por engano.

Publicidade
Publicidade

Após o equívoco, a verdadeira dona da marmita ficou muito irritada com a situação. Contudo, parecia que nada demais iria acontecer. Após algumas horas, a vítima foi à delegacia e denunciou a colega por furto. Com a denúncia, os patrões e donos da empresa decidiram demitir a outra funcionária. A demissão foi por justa causa. Talvez isso prejudique a ex-funcionária ao procurar um novo emprego.

O delegado responsável pelo caso, Elton Costa, já confirmou que é possível que a ex-funcionária tenha que responder pelo crime, mas o Ministério Público entenda o fato apenas como delito de furto famélico, ou seja, será aplicado o princípio da insignificância pelo furto da comida.

A ideia é que a mulher não seja presa por um simples engano. Entretanto, o sofrimento de ter que passar por todo o constrangimento de ser chamada de ladra, além de ser tema de piadas de mau gosto, vai deixar marcas.

Publicidade

O fato de ter sido demitida por isso é algo que agrava ainda mais a situação. A empresa pode ser processada por danos morais.

As informações têm como fonte o programa ‘’Brasil Urgente’’, da Band, apresentado por José Luiz Datena, que foi ao ar nesta quinta-feira (29). O site G1 também divulgou o caso. Segundo informações, a empresa está firme na decisão de demitir a mulher, pois "não interessa se furtou uma marmita ou caneta, furto é crime", disse uma representante da franquia da InfoBeleza.

A ex-colega que a denunciou continua empregada, seguindo a vida tranquilamente. Vale ressaltar que ela se negou dar entrevista para o programa da TV Bandeirantes.

Será que um simples engano de marmita é motivo para acusar uma colega de trabalho por furto? A franquia de Atibaia da empresa InfoBeleza fez certo ao demitir uma funcionária por um motivo tão fútil? Deixe seu comentário, pois sua opinião é muito importante.