Uma mulher usou um celular para filmar um homem que se #masturbava em um ponto de ônibus. O flagrante aconteceu no começo da tarde desta quarta-feira (31), em uma das principais avenidas do Centro de Brasília. Sem nenhum pudor, ele tenta esconder o órgão genital com um saco plástico enquanto praticava o atentado com o zíper da calça aberto. A mulher que registrou toda cena está sentada próxima ao maníaco.

As imagens do vídeo mostram que o homem flagrado é um senhor de meia idade, aparentemente casado, pois é possível ver uma aliança, cabelos grisalhos e usando óculos. Uma outra jovem que está bem perto do homem não consegue perceber os #gestos obscenos.

Publicidade
Publicidade

Nas imagens, pode-se observar que, antes que ele comece a se masturbar, olha para os lados para verificar se tinha alguém lhe observando. Porém, ele não percebeu que a mulher sentada no banco estava filmando todos os seus movimentos com o celular.

Ainda pelo o vídeo pode-se ver alguns movimentos estranhos que ele faz com o saco plástico na tentativa de disfarçar o atentado ao pudor. Em um certo momento, ele se encosta na moça que está bem na sua frente. Quando termina o abuso, ele sobe o zíper da calça e a gravação é encerrada.

A polícia, por meio de investigadores da Delegacia de Atendimento às Mulheres (Deam), já começou a apurar do caso na tentativa de identificar o homem que é mostrado nas imagens.

Outros casos

No dia 3 maio, um argentino foi detido no Distrito Federal após uma passageira dizer que ele estava se masturbando dentro do coletivo.

Publicidade

O ônibus fazia o percurso Brasília-Formosa (GO). Na ocasião, o turista foi preso pelo o crime de atentado ao pudor.

Uma mulher também filmou toda a ação do argentino. Ela, juntamente com um fiscal da empresa, ligou para a Polícia Militar. O acusado foi encaminhado para a 5ª Delegacia de Polícia, no Centro de Brasília, onde foi registrado o boletim de ocorrência.

Alguns meses atrás, no dia 17 de janeiro passado, a polícia militar prendeu um homem também acusado de se masturbar dentro de um coletivo nas proximidades da Vila Estrutural, no Distrito Federal. O acusado, Daniel Lima, 35 anos, que era gerente em um restaurante no bairro de Águas Claras, foi flagrado cometendo atos obscenos. O homem foi encaminhado para delegacia, prestou depoimento e foi liberado após assinar um termo circunstanciado.

Na ocasião, uma jovem, que trabalhava como garçonete, capturou as imagens do homem se masturbando. Ela contou à polícia que, na hora do ato, o coletivo estava vazio e que o suspeito estava sentado na cadeira de trás. Então, ela percebeu o momento em que ele fazia gestos obscenos olhando em sua direção e filmou tudo. #Onibus