Tudo aconteceu quando uma mulher, com um bebê no colo, atravessava a rua na faixa de pedestres e um trasporte coletivo bateu e arremessou as duas pessoas ao chão. O fato ocorreu nesta quinta-feira (1º), na cidade de Paulínia, interior de São Paulo.

No momento do acidente, uma câmera municipal que acompanha a movimentação nas ruas flagrou o momento em que aconteceu o acidente. A mãe e o bebê não sofreram nenhum trauma físico, apenas tiveram ferimentos leves.

Dois carros estavam parados na faixa para que a mulher pudesse atravessar, no entanto, o motorista do transporte coletivo não deve ter percebido a pedestre e não conseguiu frear a tempo.

Publicidade
Publicidade

Ao atropelar a moça, o ônibus ainda bateu no carro que estava parado ao lado, o impulsionando, fazendo assim a mulher quase ser atropelada pela segunda vez.

O acidente aconteceu na Avenida Fausto Pietrobom, no Jardim Planalto, na cidade de Paulínia, interior de São Paulo. Nas imagens mostradas no vídeo, é possível ver o momento exato quando tudo aconteceu. A moça ainda tenta proteger o bebê, colocando sua mão a frente, no entanto, a batida foi muito forte, fazendo assim o gesto da moça ser ineficiente.

Após cair no chão, a mãe ainda tenta proteger o filho, já que o bebê ainda é um recém-nascido de apenas 4 meses de vida. Após o veículo parar, a moça levanta rapidamente do chão, pegando seu filho, que, infelizmente, também acabou caindo quando ela foi arremessada.

Depois do susto, a mulher e seu filho foram levados para o hospital com leves machucados sobre a pele.

Publicidade

Segundo informações, os dois passaram por exames clínicos, estão bem e já tiveram alta médica.

Segundo informações do guarda municipal que acompanhou o caso, o motorista do transporte coletivo perdeu o controle na via. Ao perceber que os outros carros tinham parado na faixa de pedestre, o motorista tentou frear, no entanto, não funcionou prontamente, apenas diminuiu a velocidade. Ao perceber que poderia atingir uma pedestre, o mesmo tentou jogar o veículo para a lateral. A decisão dele não adiantou muito. Foi então que ele acertou sem querer o carro ao lado e a pedestre que atravessa na faixa.

O transporte responsável pelo acidente pertence a empresa Passaredo. A companhia de transportes rodoviários está no mercado desde 1978 e é responsável por uma grande frota de ônibus que circula pela cidade. A companhia foi procurada para mais esclarecimentos do caso, no entanto, não retornou. #2017 #Crime